08/08/2014 - Riva diz que campanha continua e decisão será no TSE

O candidato a governador José Riva (PSD) afirmou que sua campanha continua normalmente, apesar do indeferimento do registro de candidatura no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), nesta quinta-feira (7). No fim de semana, ele cumpre agenda de campanha no interior e passará por dez municípios. A defesa de Riva pretende protocolar o recurso ordinário no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no próximo sábado (10).

“É um jogo de dois tempos e perdemos apenas o primeiro tempo. Esse julgamento de hoje não vai me desanimar ou desestimular. A nossa campanha vai continuar com a mesma intensidade, talvez até mais intensa. Nosso recurso vai ser protocolado no TSE no sábado e, enquanto isso, a campanha não para. Vamos continuar disseminando nossas propostas e ideias, mostrar que o nosso projeto continua”, afirmou o candidato, em entrevista coletiva.

De acordo com o coordenador jurídico da coligação “Viva Mato Grosso”, José Antônio Rosa, o recurso tem efeito suspensivo imediato, ou seja, a partir do momento que o documento é protocolado, a candidatura de Riva está mantida, até que haja o julgamento do TSE.

José Riva destacou que sempre teve a expectativa de que sua candidatura seria decidida no TSE, pois haveria recurso à Corte de qualquer uma das partes que perdesse no TRE – se a candidatura de Riva tivesse sido deferida, a coligação adversária e o Ministério Público Eleitoral provavelmente levariam o caso a Brasília. “Talvez o impacto político fosse melhor para mim se a decisão favorável tivesse saído hoje, mas, de qualquer forma, esse caso iria parar no TSE.  E a decisão que vale é a do TSE. Se eu tivesse ganhado aqui e eles recorressem, o risco seria o mesmo”, observou.

O candidato demonstrou confiança que seus apoiadores continuarão a seu lado e que a decisão será revertida. Ele descartou qualquer “plano B”, e não afirmou que não considera a possibilidade de perder o recurso. “Acredito que vamos reverter essa decisão, pois o entendimento que vem sendo predominante no TSE em casos semelhantes ao meu tem sido pelo deferimento do registro de candidatura. Não temos cenário pessimista, só otimista. Nosso plano é o ‘plano A’, e não temos ‘plano B’. Eu não brincaria com as pessoas. Lancei meu projeto de me candidatar ao governo após consultar os maiores juristas desse país, que disseram que minha candidatura era completamente viável do ponto de vista jurídico”, disse.

Riva afirmou que, de acordo com a Lei da Ficha Limpa, é preciso haver alguns requisitos na condenação para que o cidadão se torne inelegível, entre eles, o dano ao erário e o enriquecimento ilícito, que precisam estar presentes concomitantemente. Esses itens não estão presentes nas condenações de Riva, mas os membros do TRE interpretaram que eles estariam subentendidos nas condenações. Ele afirmou que diversos candidatos na mesma situação que ele estão conseguindo o registro em todo o país.

“A influência do Pedro Taques na mídia nacional não me assusta porque acredito que o julgamento do TSE será técnico, e ninguém vai se assustar com pressão de matérias na imprensa nacional. Talvez a pressão funcione mais aqui. E se a minha candidatura não emplacar, centenas de outras candidaturas que estão sendo registradas Brasil afora serão derrubadas”, afirmou.

José Riva lembrou que um dos coordenadores da campanha de Pedro Taques, Luiz Antônio Pagot, esteve em sua casa e ouviu suas estratégias de campanha, antes de divulgar o apoio ao candidato do PDT. Riva estranhou, também, o fato de seu adversário, o senador Pedro Taques (PDT), ter previsto o resultado do julgamento no TRE e o indeferimento de sua candidatura. “Respeito a decisão da Justiça Eleitoral, apesar de ver com estranheza a convicção do senador em ter informado com tanta precisão o resultado do meu julgamento. Só errou o dia, porque ele disse que seria dia 5”, disparou.

Agenda de campanha

Na sexta-feira (8), José Riva visitará os municípios de Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso. No sábado (9), ele estará em Primavera do Leste, Paranatinga, e Nova Xavantina. No domingo (10), ele percorrerá Campinápolis, Canarana e Água Boa. Na segunda-feira (11), Riva visitará Cocalinho e retornará a Cuiabá.

 

Escrito por assessoria

Comentários

Data: 08/08/2014

De: Boca de c... de galinha

Assunto: CHUPA

CHUPA JULIANO !
E AI ? DESISTIU DE ME ENCARAR ?
ZÉ RUELA !

Data: 08/08/2014

De: fita dada

Assunto: ok

amigos, hoje é um dia pra ser lembrado na história politica desse Estado. agora foi impugnado pelo Tribunal Regional Eleitoral de MT por votação unanime (5x0). Escrevam no google "riva tre" e verão a verdade pois esse J do site não é de jornal. até agora não vi os puxa sacos. acabou as tetas pra mamar PSD!!

Eu grças a Deus vou de taxi, agora outros vão de camburão!! VIVA!! HOJE É DIA DE FESTA!

Puxa sacos, sei que o riva recorreu, mas reverter decisão unanime, ou seja, aquela em que todos tiveram a mesma opinião, é só no dia que galinha nascer dentes.

ARROCHA!! ARROCHA!! QUEM TÁ MUNTADO NA VERDADE NAO PRECISA DE ESPORA!!!


daqui uns dias ele poe a pulseira de prata.

Novo comentário