08/08/2016 - Presidente do PSB afirma que convencer militância a apoiar Wilson será um trabalho diário

08/08/2016 - Presidente do PSB afirma que convencer militância a apoiar Wilson será um trabalho diário

Para convencer as bases eleitorais de que Wilson Santos (PSDB) precisa ser apoiado como candidato do grupo político apoiado por Mauro Mendes (PSB), de quem foi adversário em três eleições, as lideranças políticas do PSB e do PSDB precisarão sentar diariamente com a militância e explicar que essa é a melhor alternativa para manter o grupo e a “nova política” na administração de Cuiabá.

 

Essa é a avaliação de Suelme Evangelista, presidente do PSB em Cuiabá e secretario de Estado de Agricultura Familiar, cujos seus mais de 20 anos de política partidária levam a acreditar que o histórico de oposição entre Mauro Mendes e Wilson Santos não se apaga em um dia.

“Esse não é um assunto que se resolve apenas em uma fotografia, em uma convenção. Essa é uma construção que começamos a fazer daqui para frente, sentando secretários, sentando as lideranças nos bairros, da sociedade civil organizada, discutindo, repactuando, sempre dizendo que essa é a melhor saída para permanência, nossa forma de fazer política na prefeitura”, explicou Suelme.

Para ele, é preciso mostrar que não houve “acordão” e que o outro grupo político representa atraso e o “saque” aos cofres públicos. “Vamos sempre comparar quem está do lado de lá. Quem está do lado de lá é o palanque da velha política. Quem está do lado de lá é quem quebrou o governo do estado, quem saqueou o governo do estado. Quem tá no palanque de lá é a turma do mal, aqui é a turma do bem, que está fazendo a mudança no governo do estado e a lição de casa na Prefeitura de Cuiabá. Vamos separar o joio do trigo”, argumentou Suelme.

De acordo com ele, haverá engajamento de todos secretários de Estado e Municipais, além da participação de Mauro Mendes, considerado por ele o maior cabo eleitoral em Cuiabá, que se empenhará na campanha dos vereadores e, assim, também por Wilson Santos, respeitadas as devidas diferenças.

“Vamos trazer as pessoas não para o projeto de uma pessoa, mas para o projeto de um grupo político. Tem recall. O prefeito é um grande cabo eleitoral. Ele vai ajudar a construir com certeza essa campanha. Contribuindo com o vereadores ele estará contribuindo diretamente com a campanha do Wilson. A gente tem um vice do PSB, queremos ganhar essa eleição.”, concluiu.

 

 

 

Da Redação - Jardel P. Arruda