08/09/2011 - Pontes velhas e buracos retratam abandono da MT 100 no Araguaia

As pontes velhas de madeira e buracos retratam a dura realidade da MT 100, no trecho de Barra do Garças a Alto Araguaia. A população da região resolveu denunciar mostrando fotos e vídeos na internet sobre o estado de conservação da rodovia depois que houve um fórum sobre a federalização da rodovia em Alta Taquari, dia 20 de agosto.

O vereador de Ribeirãozinho, Arlan Catulé (PMDB) e o vereador de Araguaínha, Valdivino Cuiabano (PPS) pediram a palavra durante o encontro e criticou a classe política de MT. Os parlamentares falaram que estão de saco cheio de blá blá sobre a MT e pouca ação e mostraram as fotos de duas pontes no município de Ponte Branca que estão intrafegáveis.

As pontes do córrego Cervo na saída para a cidade de Araguaínha e do córrego do Mato saída para Ribeirãozinho. A critica dos vereadores foi direcionada para os parlamentares que estavam no encontro em Alto Taquari como o deputado federal Welinton Fagundes, deputado Ninho, senador Pedro Taques, secretário Francisco Vuolo e José Marcio Guedes da Sinfra e os prefeitos de Araguaínha, Zezinho; Gordo de Alto Araguaia e Barriga de Torixoréu e o vice-prefeito de Ribeirãozinho João Batista.

”Nós não somos mais bobos e não agüentamos mais tantas mentiras e conversas eleitoreiras de federalizar e asfaltar a MT 100 sendo que o estado que vai sediar uma Copa do Mundo não consegue nem trocar essas pontes de madeiras por de concreto e que nos enganar com federalização ninguém sabe quando vai acontecer”, disparou Catulé.

Em Ribeirãozinho, os vereadores reclamam da construção de um bueiro fora do córrego pelo Estado que a população já pediu providencia ao governo e não consegue resolver o problema.

 

De Barra do Garças - Ronaldo Couto