08/09/2016 - Na Capital, 55% aprovam Pedro Taques

08/09/2016 - Na Capital, 55% aprovam Pedro Taques

Levantamento feito pelo Instituto Gazeta Dados, em Cuiabá, mostra que o governador Pedro Taques (PSDB) tem 55% de aprovação da população. A pesquisa percorreu 110 bairros da Capital e ouviu 800 pessoas.

Em Várzea Grande, o instituto ouviu 600 pessoas, onde 62% aprovam o atual gestor do Estado. A população foi ouvida entre os dias 1º e 4 de setembro. A margem de erro do levantamento é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

Em Cuiabá, 34% da população considera a administração de Taques positiva, 38% classificaram como regular e 21% negativa. Não souberam ou não responderam somaram 7%. Na cidade industrial, 42% consideraram positiva a administração, 37% afirmaram ver como regular e 16% declararam considerar a gestão negativa; 5% não souberam ou não responderam.

Os ouvidos durante a pesquisa também opinaram sobre o nível de confiança e apreciação do governador Pedro Taques. Na Capital, 53% afirmaram que confiam e gostam do atual chefe do Executivo, 32% colocaram que não confiam e 29% que não gostam de Taques, 15% não souberam ou não responderam.

Em Várzea Grande, 52% confiam e 56% afirmaram gostar, 28% não confiam e 32% não gostam e 12% não souberam ou não responderam.

A população também opinou quais obras e ações devem ser priorizadas nas duas cidades pelo governador de Mato Grosso. De acordo com os ouvidos em Cuiabá, 62% querem que o chefe do Executivo priorize a saúde pública; 11% a segurança pública e a geração de emprego; 8% a continuação das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT); 7% a educação e 1% não souberam ou não respoderam.

Em Várzea Grande, 52% afirmaram que o governo deve priorizar a saúde pública, 15% querem a continuação das obras do VLT; 13% querem a geração de emprego; 12% investimento em segurança pública; 5% educação e 1% saneamento básico. Não souberam ou não responderam somaram 2%

Governo Federal

A gestão do presidente da República Michel Temer (PMDB) também foi avaliada pelos ouvidos. Dos entrevistados em Cuiabá, 31% avaliaram como negativa, outros 26% consideram regular; 10% classificaram como positiva e 33% não souberam ou não responderam.

Em Várzea Grande o índice de negativo foi maior com 36%, outros 30% entendem a administração do peemdebista como regular e 14% a consideram positiva. 20% não souberam ou não responderam. Nas duas cidades o índice de desaprovação do presidente também foi alto.

Em Cuiabá e Várzea Grande, 34% e 43%, respectivamente, desaprovam. O chefe do Governo Federal foi aprovado por 21% dos ouvidos na Capital e 31% na cidade industrial. 45% em Cuiabá e 26% em Várzea Grande não souberam ou não responderam aos questionamentos, respectivamente. O levantamento foi registrado junto à Justiça Eleitoral sob o protocolo número 07453/2016.

 

 

Janaiara Soares, repórter de A Gazeta

Comentários

Data: 09/09/2016

De: Luis Gonzaga Domingues

Assunto: luisodomingues@hotmail.com

Só o povo cuiabano para votar favorável esse golpista. Se nem a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Constituição Brasileira ele cumpre, no caso dos profissionais de educação e outras categorias. Já para a justiça o aumento foi gigantesco(mais ou 47%). Como ele é honesto!. Os pobres votam sem consciência, por favor e abraços dos políticos e a classe média e rica pelas vantagens quem tem com o Golpe do PSDB, PMDB, PPS, PP, PR, DEM para chegar no poder, manter sua riqueza e os escravos explorados.

Novo comentário