08/10/2013 - Valcke, Rebelo, Ronaldo e Bebeto vistoriam obras da Copa em Cuiabá

Não será utilizando a expressão 'chute no traseiro' que o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke deverá cobrar pressa nas obras da Arena Pantanal que ainda parecem longe da conclusão, faltando apenas 247 dias para a abertura da Copa do Mundo. Mas, na visita que fará à Arena Pantanal na manhã desta terça-feira (8), se espera uma cobrança dura do francês que chegou a Cuiabá prometendo 'pressão' para que o Estado cumpra sua meta de entregar o estádio até dezembro deste ano, conforme ficou estabelecido com a Fifa.

Na companhia de Valcke, estarão o ministro do Esporte Aldo Rebelo e os ex-jogadores Ronaldo 'Fenômeno' e Bebeto (representantes do Comitê Organizador Local da Copa), além do secretário Extraordinário da Copa (Secopa), Maurício Guimarães. Tanto a Fifa, quanto o COL, pretendem deixar Cuiabá com a certeza de que o estádio não vai preocupar a organização do Mundial 2014.

Três situações prometem um clima de constrangimento às visitas desta manhã. Logo na primeira vistoria, no viaduto da Sefaz, o secretário da Fifa deverá tomar ciência que a obra ainda não foi entregue porque a pista do elevado teve que ser recuperada após teste de frezagem que resultou na danificação do asfalto.

Outra situação diz respeito à polêmica da anulação do contrato de aquisição das cadeiras após recomendação do Ministério Público Estadual que suspeitou de ‘sobrepreço’ no valor dos assentos. Ainda há a questão que veio à tona neste final de semana, quando fiscais a serviço da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) determinaram o embargo de obras na metade do estádio depois de comprovar situação de riscos de acidentes aos operários.

Ainda ontem, o consórcio Mendes Júnior, responsável pela construção do estádio, emitiu uma nota declarando que atendeu as exigências trabalhistas em pontos da obra. Conforme a nota assinada por Mendes Júnior Trading e Engenharia, “as adequações foram realizadas, o que possibilitou a liberação, nesta segunda-feira (7) de quase toda a área interditada, restando somente algumas correções pontuais para a liberação total, que deverá ocorrer nesta semana”.

Com isso, se evita um vexame, já que nenhuma autoridade, incluindo o secretário-geral da Fifa e representantes do COL poderia atravessar por setores da Arena que estivessem interditados. Durante a inspeção no estádio, o francês deve realizar uma entrega de ingressos aos operários da Arena.

Na visita de hoje, Fifa e COL terão como objetivo verificar o andamento das obras no canteiro e comprovar se a Arena Pantanal irá cumprir os prazos firmados entre o Governo do Estado e a Fifa, de conclusão em dezembro deste ano. O estádio deverá ser entregue com seis meses de antecedência, para que possam ser realizados os testes e assim ter a garantia de que não haverá falhas.

O foco da visita desta manhã é a situação da Arena Pantanal. Informados de que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) apontou um atraso relevante que levou a uma situação de risco para a entrega no final do ano, representantes do COL e da Fifa verão com os próprios olhos o que está realmente acontecendo no canteiro. A Secopa informou que a Arena Pantanal chegou a 85% da conclusão, no entanto, as obras de TI mal tiveram início. A cobertura ainda está na fase de estrutura e o gramado ainda não foi plantado. Ainda será realizado outro processo licitatório para a instalação das cadeiras.

 

Darwin Júnior

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário