08/10/2016 - Bandido que matou policial é morto em troca de tiros

08/10/2016 - Bandido que matou policial é morto em troca de tiros

Um dos dois suspeitos de assassinar o policial rodoviário federal Adu Celso Barros, de 42 anos, foi morto durante uma troca de tiros com a polícia, na terça-feira (4/10), em Catalão, região sudeste de Goiás. O homem tem 38 anos e chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O comparsa dele foi preso.

Barros foi morto durante um assalto, na segunda-feira (3). Ele chegava em casa de moto com a filha, de 11 anos, quando foi abordado por criminosos. A criança escapou ilesa. Câmeras de segurança mostram a dupla fugindo após matarem a vítima e roubar sua arma.

Os assaltantes, que planejavam entrar na casa do policial, fugiram em um GM Corsa prata logo após os disparos. O veículo foi encontrado abandonado em um bairro de Catalão.

Horas depois, o suspeito foi localizado em uma casa em construção pela força-tarefa montada para procurar os criminosos. Segundo a investigação, ele atirou contra os policias que revidaram e o mataram.

O outro envolvido foi detido após dar entrada em um hospital de Campo Alegre de Goiás, a 85 km de Catalão. Segundo os policiais, ele confessou o crime.

O policial trabalhava na PRF há 20 anos e deixa a esposa e a filha. Em nota, a corporação lamentou o crime. “É um momento de muita tristeza e consternação para toda a família PRF e nos solidarizamos com a dor da família do bravo e honrado policial Barros. Salientamos, contudo, que o sentimento de revolta e angústia que nos assola será revertido em obstinado empenho. A PRF não medirá esforços para capturar os criminosos e esclarecer todas as circunstâncias”, informou o texto.

 

 

O Globo/GO

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário