09/01/2012 - Em Barra do Garças homem cospe bala após levar tiros em tentativa de homicídio

 

Um trabalhador braçal de 34 anos foi  baleado protagonizou uma cena inusitada. Ele cuspiu o projétil que lhe acertou a boca, na sexta-feira (6) por volta das 20h30. De acordo com a polícia, Sebastião Wanderley Cândido Alves, conhecido como Nenezão, foi encontrado sentado na calçada no bairro Zeca Ribeiro em Barra do Garças. 
 
Foram dois tiros sendo que o segundo transfixou o tórax da vítima passando próximo ao coração. Apesar da gravidade dos tiros calibre 22, Sebastião foi conduzido andando para o Pronto Socorro. O autor dos disparos Cristiano de Jesus fugiu de moto com apoio de outra pessoa. 
 
Testemunhas disseram a PM que Cristiano é primo da esposa de Sebastião e sempre a defendia durante as brigas do casal e isso acabou criando animosidade com a vítima. Sebastião, que já esteve preso em outra ocasião chegou a dizer que iria matar Cristiano . Ontem ambos se encontraram e a jura de morte foi concretizada. 
 
Cristiano saiu e  voltou ao bairro na garupa de uma moto da qual efetuou os disparos contra Sebastião e fugiu do local. O fato de ter cuspido a bala foi considerado uma sorte imensa da vítima, pois o projétil ao ser disparado perdeu força e parou dentro da boca. 
 
Policiais disseram que a possibilidade disso se repetir é pouco provável e alerta que ´é 'lenda' a história que o projétil de 22 mata menos que o de 38. “Depende da distância do tiro e de onde acerta no individuo” destacou um policial. 
 
A tentativa de homicídio foi registrada cabo Leonardo e soldado Medeiros.
 
Escrito por Olhar Direto.

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário