09/02/2015 - AL entra em recesso de 10 dias e demite 800 servidores

O novo presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB) tomou duas decisões neste final de semana. A primeira foi decretar recesso parlamentar de dez dias na casa, que voltou às atividades no último domingo. O retorno ao trabalho será dia 19, quinta-feira, após o carnaval. A segunda decisão foi confirmar a demissão de 800 servidores comissionados a partir desta segunda-feira, quando os nomes serão conhecidos no Diário Oficial. O montante de exonerações representa 36% do quadro de servidores.


Apesar de confirmar recesso de 10 dias, Maluf avisa que os trabalhos na Assembleia Legislativa serão intensos. “Só não haverá atendimento ao público”, diz.
Já a decisão de demitir 800 servidores, Maluf diz que a meta é a economi. Com a medida de enxugamento, a estimativa é de que a economia chegue a R$ 30 milhões nos dois anos (2015/2016) de gestão de Maluf. O valor economizado do duodécimo será devolvido ao Governo do Estado, com a indicação de emendas parlamentares.


"Estamos nos aprofundando nos dados. Temos um entendimento com a Fundação Dom Cabral, que estará em Cuiabá para programar a reegenharia do quadro funcional para termos uma Assembleia mais eficiente e econômica".


A Casa, que possui cerca de 2,2 mil servidores distribuídos entre Mesa Diretora, 1º,2º,3ª e 4º Secretarias, além de Secretaria Geral e de Comunicação Social, Gestão de Pessoas, Serviços Legislativos, Administração e Patrimônio e de Planejamento, Orçamento e Finanças. Após o recesso, e diante do novo cenário, os gestores irão deliberar quanto a retomada das atividades.

 

 

 

Jonas Jozino |Redação 24 Horas News

 

Comentários

Data: 11/02/2015

De: papa

Assunto: al

Que bom pois só aqui em Sanfa tinha um monte de funci da AL...recebendo de boa!! é oque se comenta...!

Novo comentário