09/03/2011 - 20h:52 Adolescentes do Caso Orkut mudam o depoimento e rapazes são soltos

Os dois jovens acusados de estupro no caso Orkut de Barra do Garças foram soltos, por volta das 18 horas de sexta-feira (4), após permanecerem presos por 41 dias. Bruno Diego Salles Machado, 19 anos, e Thiago Pinheiro de Oliveira, 18 anos, conseguiram um relaxamento da prisão junto ao Tribunal de Justiça (TJ) em Cuiabá depois que tiveram o pedido de soltura negado na comarca de Barra do Garças na primeira instancia.

Os rapazes negam o estupro e conseguiram obter a liberdade por serem réus primários, terem endereço fixo e bons antecedentes. Outro aspecto que contribuiu na soltura dos acusados é que as três adolescentes procuraram o juiz para mudar o depoimento, fato que de certa forma, atenua a situação dos acusados.

Segundo um familiar que pediu para não ser identificado, as adolescentes confirmaram a prática do sexo, entretanto sem violência. E sobre o fato delas terem sido encontradas seminuas e em visível estado de embriaguez na porta da casa de uma das mães, as jovens disseram que elas que não quiseram entrar em casa quando os rapazes as deixaram em Aragarças-GO.

O caso Orkut repercutiu em Mato Grosso porque as jovens conheceram os rapazes através do site relacionamento, pelo qual marcaram um encontro. Foram três rapazes que saíram com as três menores de 13, 14 e 15 anos. Eles saíram em dois carros com as meninas passando por um posto de gasolina e depois seguiram para um terreno baldio próximo a rodovia MT 100 na saída de Barra do Garças para Araguaiana.

Os rapazes vão responder agora pelo crime de terem aludido as meninas e terem comprado e oferecido bebida alcoólica as menores.

 

De Barra do Garças - Ronaldo Couto