09/03/2016 - Governo já concluiu 554 quilômetros de asfalto

09/03/2016 - Governo já concluiu 554 quilômetros de asfalto

Cumprindo o princípio da transparência, o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), divulga informações detalhadas a respeito das obras executadas pela pasta ao longo do primeiro ano da atual administração.

Os mapas disponibilizados mostram a localização de cada uma das obras realizadas pela Sinfra, abrangendo praticamente todas as regiões do Estado. Todas as ações fazem parte do Pró-Estradas, programa dividido entre construção de novas estradas, reconstrução com qualidade do asfalto e manutenção emergencial de rodovias.

Os trabalhos continuam em 2016 seguindo o planejamento estratégico da unidade focado na melhoria dos serviços prestados ao cidadão.


Em 2015, a Sinfra concluiu 554 quilômetros de asfalto. Deste total, foram construídos (pavimentados) 375,9 quilômetros de estradas novas. É o caso da rodovia MT-220 que ganhou 39 km de asfalto de qualidade interligando importantes cidades do nortão, como Sinop, Tabaporã, Porto dos Gaúchos, Juara e outros.

Ações como esta devem reduzir o gargalo logístico que existe em Mato Grosso, que atualmente ocupa o último lugar no ranking nacional da Confederação Nacional dos Transportes (CNT). O estado possui 5.961,2 km de estradas estaduais pavimentadas e 22.553,4 km de rodovias não pavimentadas.


Também foram reconstruídos 178,1 quilômetros de asfalto antigo que estava deteriorado pela falta de manutenção em anos anteriores.

Importante eixo estruturante de Mato Grosso, a rodovia MT-130 localizada entre Primavera do Leste e Paranatinga foi reconstruída atendendo a antiga reivindicação dos moradores da região.  Até o momento, foram reconstruídos mais de 37 km dos trechos considerados mais críticos.


De forma estratégica, o governador Pedro Taques lançou o Pró-Estradas/Vale do Rio Cuiabá, o maior pacote de obras rodoviárias da história desta região, abrangendo Cuiabá e outros 12 municípios do entorno da Capital onde vivem um terço da população de Mato Grosso. As primeiras obras já foram entregues para sociedade.

Um dos trechos revitalizados é da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251) entre o trevo que dá acesso ao Lago de Manso e Balneário Mutuca, que recebeu asfalto de sete centímetros de espessura, pista com nove metros de largura incluindo a faixa de segurança e uma sinalização que recebe elogios dos motoristas.


Além desta obra, foram entregues outras quatro pontes mistas (concreto e aço) construídas na Rodovia Transpantaneira (MT-060), porta de entrada ao Pantanal de Mato Grosso no município de Poconé. Outras pontes serão entregues ao longo de 2016.


A região metropolitana de Cuiabá recebeu uma atenção especial da atual administração. Após muitos anúncios, o Governo de Mato Grosso finalmente deu início às obras de duplicação da rodovia Emanuel Pinheiro no trecho entre o entroncamento com a MT-010 (Atacadão) e o trevo de acesso ao bairro Jardim Vitória (Fundação Bradesco). As obras seguem em ritmo acelerado e devem ser entregues com ciclovia até dezembro de 2017.
 


De acordo com a Sinfra, as intervenções feitas logo nos primeiros meses da atual gestão foram avaliadas como prioridades no Estado. O motivo se dá pela grande quantidade de tráfego e escoamento, além do aprimoramento do acesso entre as regiões.

“A meta é melhorar as condições de trafegabilidade das rodovias, garantindo o escoamento da safra agrícola do nosso Estado, que é o maior produtor de grãos do Mundo, e uma viagem mais segura aos mato-grossenses que por elas dirigem. Além disso, irá assegurar para a população o acesso a serviços, pois por uma estrada de maior qualidade passa com mais facilidade a ambulância, o carro da polícia e ônibus escolar”, enfatizou o secretário da Sinfra, Marcelo Duarte.

Inaugurada recentemente, a obra do trecho entre o trevo de acesso ao Lago do Manso e o Balneário Mutuca foi uma destas prioridades. A intervenção recebeu asfalto de sete centímetros do tipo CBUQ (massa quente), que garante maior durabilidade e segurança aos usuários.

Outro exemplo importante é a intervenção na MT-241, que vai do entroncamento da BR-163 (Nobres) até Mazargão. Este trecho corresponde a 34,31 km e irá fomentar o turismo nesta região que recebe muitos turistas.

Já na parte de reconstrução de rodovia, a MT-175 recebeu mais de 22 quilômetros de malha viária no trecho que vai da cidade de Jauru até Araputanga. No total, foram 26 obras concluídas em 2015. O Pró-Estradas compõe o “Transforma Mato Grosso”, que prevê mais de três mil ações envolvendo todas as pastas do atual Poder Executivo.

Qualidade garantida

O secretário da Sinfra, Marcelo Duarte, destacou também a qualidade que a pasta exige das obras, avaliadas pelo recém-inaugurado Laboratório de Solos, Asfalto e Concreto - Renê Oliveira Neuenschwander.

“Todas as obras concluídas pela Sinfra passaram por rigoroso controle de qualidade feito pelo nosso novo laboratório, que avalia antes, durante e depois as obras que executamos. Isso garante a durabilidade do trabalho, para que o cidadão possa trafegar tranquilamente pelas estradas de Mato Grosso com a segurança de que seu dinheiro foi bem investido”, disse.

Pró-Estradas

Lançado pelo governador Pedro Taques, o programa Pró-Estradas é o maior conjunto de obras de construção, reconstrução e manutenção de rodovias estaduais da história de Mato Grosso.

Somente em 2015, foram construídos mais de 500 km de rodovias, reconstruídos outros 1000 km que estavam acabados e outros 600 km foram mantidos por meio de ações emergenciais das equipes da Sinfra.

Nas rodovias não pavimentadas, foram recuperados 13 mil km com ações de patrolamento, drenagem, cascalhamento e terraplanagem.

O programa é baseado em ações estratégicas que deram certo em Goiás, Minas Gerais e São Paulo, estados que possuem características semelhantes à de Mato Grosso, também com grande extensão territorial e com economia influenciada por commodities.

Pró-Estradas / Vale do Rio Cuiabá

O governador Pedro Taques lançou o programa Pró-Estradas/Vale do Rio Cuiabá, um pacote de 66 obras em rodovias estaduais com investimento superior a R$ 1 bilhão oriundos de diversas fontes de recursos.

Ao todo serão quatro obras de duplicação, 12 de construção (pavimentação), 11 de reconstrução do asfalto deteriorado e 39 obras de arte especiais (que são pontes de concreto, viadutos e trincheiras).

Serão beneficiados diretamente os seguintes municípios: Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Santo Antônio de Leverger, Poconé, Barão de Melgaço, Rosário Oeste, Nobres, Nossa Senhora do Livramento, Acorizal, Jangada, Nova Brasilândia e Planalto da Serra.

Os recursos do pacote de obras são oriundos do Fethab, Cide, BNDES/Pró-Turismo, DNIT e Banco do Brasil.

 

 

 

 

Simone Ishizuka e Ericksen Vital | Sinfra-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário