09/04/2015 - Wilson afirma que Pedro Taques faz esforço para pagar dívida de Silval

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Wilson Santos (PSDB), saiu em defesa do programa de quitação dos restos a pagar pelo Governo do Estado. Wilson aproveitou o pequeno expediente da Casa de Leis para fazer uma revelação. 

 

Conforme o parlamentar, R$ 400 milhões dos restos a pagar foram lançados nos últimos oito meses do ano passado, sem previsão orçamentária para isso.   Segundo o governo do Estado, o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) deixou a gestão do Estado com R$ 700 milhões de restos a pagar, ou seja, dívidas do exercício anterior empenhadas e  liquidadas, restando apenas o pagamento por parte dos cofres do Estado.   

 

Segundo Wilson, Silval empenhou R$ 400 milhões nos últimos meses de governo, sem a previsão orçamentária para o pagamento. "Mais de R$ 400 milhões em restos a pagar estão aí nos ombros do governador Pedro Taques. 

 

Muitos virariam de costas e diriam: essa dívida não é minha, não vou pagar. Mas, o Pedro Taques é diferente, é legalista e aceita paga-lá, propondo várias formas de pagá-la", finalizou.   Wilson avalia que fizeram uma verdadeira barbaridade com as contas do Estado. "A barbaridade é tanta que dos aproximadamente R$ 700 milhões dos restos a pagar, mais da metade foi inscrita nos últimos oito meses do ano passado. 

 

Algo que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) proíbe", destacou.   Nesta terça-feira (07) o governador encaminhou ao Legislativo uma mensagem que autoriza o Governo do Estado a fazer o leilão reverso e fazer o uso da dívida ativa para a quitação. Na semana passada o governador já havia sinalizado que encaminharia o projeto de lei para que o Legislativo participasse da discussão sobre os restos a pagar deixados pelo ex-governador Silval Barbosa.   

 

De posse do projeto, Wilson disse que Taques poderia fazer como outros políticos, dar o calote na dívida. "Outros fizeram essa dívida, inclusive, irresponsável e criminosamente. Mas, o governador Pedro Taques, assim como fez no início de março, com o Bank of American, pagando R$ 103 milhões por compromissos e dívidas feitas por outros governadores, ele também honrará centavo por centavo daquilo que for justo", disse.   

 

 

Redação 24 Horas News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário