09/05/2014 - Ministério do Trabalho quer punição a responsáveis por acidente; empresa divulga nota

Após a morte do operário Muhammed’Ali Maciel por eletrocução, na manhã desta quinta-feira (8), na Arena Pantanal, o cerco se fechou sobre a empresa Etel, líder do consórcio CLE, responsável pela instalação da TI (iluminação, sonorização, telão e transmissão) do estádio. Depois do Ministério Público do Trabalho, que prometeu tomar todas as providências cabíveis por causa da morte por eletrocução do operário, foi a vez da Delegacia Regional do Ministério do Trabalho intervir exigindo investigação e autuação dos responsáveis. A Politec (Polícia Civil), já deu início às investigações, na tarde desta quinta-feira. Nenhum diretor do consórcio CLE se pronunciou, mas no final da tarde, a empresa Etel publicou uma nota esclarecendo sobre a situação do operário. 

Em entrevista coletiva na noite desta quinta-feira, após uma inspeção no local do acidente, o chefe de fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego de MT, José Almeida Júnior assegurou que o órgão vai completar a análise do fato e mandará relatórios para o INSS e para o órgão federal do Ministério do Trabalho para que providências sejam tomadas e os responsáveis sejam punidos com a finalidade de evitar novos acidentes dessa natureza.

“Foi anormal e gravíssimo o que ocorreu aqui. A empresa deverá ficar impedida de realizar os trabalhos até que apresente regularidade no que diz respeito a equipamentos de segurança”, disse o fiscal, considerando que ‘a suspeita de que o trabalhador estivesse exercendo função indevida tem que ser apurada’. Ele declara que o Ministério do Trabalho tomará as devidas providências.

O secretário Extraordinário da Copa, Maurício Guimarães se pronunciou após o acidente, revelando que o operário morto na manhã desta quinta-feira, não usava luvas. No momento do acidente, o funcionário contratado pela Etel sofreu uma descarga de 220 volts pelo corpo - estava com o corpo encostado em uma calha que virou 'terra' - quando fazia o corte de um fio com alicate.

Apesar do acidente, as obras na Arena Pantanal prosseguem, segundo o secretário Maurício Guimarães, ao lamentar o fato. Ele havia declarado, recentemente, que a montagem das cadeiras já estava sendo concluída e que no sábado a Arena estaria pronta.

Nota à imprensa

Procurados pela reportagem, nenhum representante do consórcio CLE quis dar entrevista. Somente no final da tarde, a empresa CLE publicou uma nota à imprensa lamentando o fato e garantindo que o caso será investigado e todas as providências serão tomadas para diminuir o sofrimento da família do operário. 

“Estamos fornecendo todo apoio moral e material que a situação exige. Embora neste momento não podemos fazer qualquer afirmação sobre as responsabilidades do acidente, temos todo interesse em colaborar com as autoridades na conclusão da perícia que apurará tais razões”, afirma a nota.

Segundo a Etel, o funcionário Muhammed’Ali Afonso era treinado e estava habilitado para 
exercer as funções de eletricista, estava dando início a uma nova fase de sua carreira. 

 

 

Darwin Júnior

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário