09/06/2011 - 16h:40 Ex-prefeito de Colniza acusa Roberto Dorner de ameaça em boletim de ocorrência

 O ex-prefeito de Colniza (1,2 mil km de Cuiabá) Sérgio Bastos dos Santos, conhecido como “Serjão” (PMDB), registrou um boletim de ocorrências na Delegacia de Polícia do município contra o deputado federal Roberto Dorner (PP). Ele acusa o parlamentar de tê-lo ameaçado pelo telefone e de anunciar novas mortes na cidade. Segundo Serjão, Dorner estaria interessado em comprar a fazenda Bauru, palco de uma longa disputa sangrenta, e que está em litígio. A fazenda foi ocupada esta semana por um grupo de fazendeiros expulsos da propriedade anos atrás e Serjão foi apontado pelos proprietários de ter incentivado a invasão.

 
“A única coisa que eu falei para os fazendeiros, ao saber que iriam ocupar a fazenda, é que não praticassem nenhum crime ambiental na área, principalmente neste momento em que o Governo está nessa luta pela aprovação do novo Código Florestal”, explica o ex-prefeito, que disse à polícia ter recebido um telefone ameaçador de Dorner. “Ele falou que estava interessado em comprar a área e que me acusou de ser o mentor da invasão”, relata Serjão.

Segundo ele, a Fazenda Bauru foi desocupada por força de liminar quando ainda era prefeito de Colniza, em 2008. Na época um grupo de posseiros teve o direito de permanecer numa área de 5 mil hectares. Outros, que tinham um investimento maior na área, foram obrigados a sair e deixar tudo para trás. Ainda de acordo com relato do ex-prefeito, os proprietários fizeram um compromisso de fazer geoprocessamento da fazenda para lotear e vender 45 mil hectares a essas pessoas que não puderam permanecer na área.
“De lá para cá, os donos da Fazenda Bauru não fizeram nenhum investimento na propriedade. A área é completamente improdutiva. E agora, quando ficaram sabendo que a fazenda seria vendida e que o compromisso do passado não seria cumprido, esse pessoal decidiu pela invasão. Foi quando eu os orientei a pelo menos promover nenhum tipo de degradação ambiental”, reafirma o ex-prefeito.
Sobre a prefeitua Nelci Capitani tê-lo acusado de desvio de verba pública, ele diz lamentar que ela esteja antecipando a campanha de 2012 porque seria candidata a reeleição.


O blog entrou em contato com a assessoria do deputado em Brasília, relatou a denúncia do ex-prefeito e pediu uma nota ou uma entrevista com Dorner, mas foi orientado a recorrer à  assessoria em Mato Grosso. Ligamos para o número fornecido, porém a ligação não foi atendida.

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário