09/06/2011 - 08h:20 Mulher é condenada por morte de jovem em briga marcada pelo Orkut

Adolescente de 14 anos foi baleado nas costas, em Campinas.
Condenada a 12 anos de reclusão, acusada nega autoria do crime.

 

A Justiça condenou uma mulher de 26 anos pela morte de um adolescente de 14 anos durante uma briga de gangues rivais de pichadores agendada pela rede de relacionamentos Orkut, em março de 2010, em Campinas, a 93 km de São Paulo. Na decisão de terça-feira (7), o juiz Sergio Araújo Gomes, da 2ª Vara do Júri de Campinas, classificou o crime como homicídio por motivo fútil.

A vítima foi baleada várias vezes pelas costas pela acusada, segundo testemunhas. Ela negou a autoria dos disparos e o fato de estar armada. A mulher disse apenas que detonou rojões na direção da gangue rival. Em depoimento, ela também acusou um homem que saiu da linha do trem como autor dos disparos.

A acusada gerenciava o tráfico de drogas no bairro Padre Manoel da Nóbrega, em Campinas, mas foi encontrada pelos investigadores em Minas Gerais. A pena foi fixada em 12 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado. Apesar de ser ré primária, o magistrado determinou a manutenção da prisão da acusada, não permitindo que ela recorra em liberdade.

Do G1 SP, com informações da EPTV

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário