09/06/2011 - 08h:25 Oitenta índios invadem usina de energia em Mato Grosso

 Indígenas disseram que buscam negociar acordo com empresa e governo.
Local onde usina está sendo construída seria sagrado para os índios.

 

Cerca de 80 índios das etnias Cinta Larga e Araras invadiram, na tarde desta quarta-feira (8), a Usina Hidrelétrica Dardanelos, no município de Aripuanã, a 976 km a noroeste de Cuiabá. Diferente da última ocupação no ano passado, desta vez nenhum trabalhador foi feito refém. A ocupação segue por tempo indeterminado.

Líderes indígenas disseram à reportagem que paralisaram a usina porque não estaria sendo cumprido um acordo firmado com a empresa Águas da Pedra, responsável pelo empreendimento, e os governos estadual e federal.

O líder indígena, Amadeu Cinta Larga, disse que a invasão é pacifica e que os índios buscam negociar o cumprimento do acordo. “Queremos chamar a atenção da empresa e do governo pacificamente para a realidade dos índios”, comentou Amadeu, ressaltando que querem negociar com os responsáveis.

No acordo, estava previsto, por exemplo, a construção de estrada, o incentivo à piscicultura e a assistência às aldeias. Os líderes indígenas também reivindicam compensações financeiras e socioambientais devido ao impacto da construção da usina na região. Além disso, os índios dizem que o local onde está sendo instalada a usina era usado por seus antepassados e tem valor histórico, apesar do empreendimento ficar fora da reserva.

A usina
A Energética Águas de Pedra é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) controlada pela Neoenergia (51%) e que tem também como acionistas Eletronorte (24,5%) e Chesf (24,5%). A usina terá cinco turbinas e deverá produzir com sua capacidade máxima cerca de 300 MW. A empresa estima que os investimentos no local serão de R$ 745 milhões.

A energia gerada pela AHE Dardanelos será comercializada com o pool de 24 distribuidoras no Brasil, por meio de contratos de comercialização de energia celebrados no Ambiente de Contratação Regulado. A reportagem não conseguiu entrar em contato com a empresa Energética Pedra das Águas.

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário