09/06/2012 - Motorista que matou advogado diz que foi pegar garrafa de água

 

O acidente na rodovia MT-130 que matou o advogado Franco Ribeiro Querendo, 38 anos, presidente da Comissão de Segurança Pública da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso, foi ocasionado por falta de atenção. O motorista Ricardo Silvério Cazari, que conduzia a carreta  bi trem Mercedes Bens, de placa OBA-5620, de Campo Verde,  de propriedade da empresa Transportadora Guanabara, admitiu que foi pegar uma garrafa de água, ocasião em que ocorreu a tragédia. 
 
O motorista da carreta informou que avistou o veiculo de longe, mas no momento que foi pegar o conteúdo  na cabine quando olhou para frente não deu mais para desviar.  Franco estava embaixo da S10 Advantage, placa NPP-3699, de Cuiabá,  para retirar o pneu de estepe quando aconteceu o acidente. Ele estava em companhia de Claudio Jose Barros Campos, que assistiu o acidente. 
 
Claudio Jose relatou que parecia que o motorista da carreta havia dormido que chegou gritar, mas o impacto foi inevitável. A  carreta estava em alta velocidade e colidiu na traseira da camioneta passando por cima de Franco. O carro foi  arrastado por quase  11 metros
Franco Querendo ainda foi socorrido por uma ambulância, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.
 
A S10 ficou com a parte traseira destruída. Já o cavalo mecânico quebrou parte do para-choque dianteiro do lado direito.
 
A morte de Franco Querendo causou profundo pesar na Capital, onde advogava. Além de dirigente classista, o advogado também era militante político. Ele  integrou a Comissão Executiva de Cuiabá e também a Comissão Executiva Estadual. A última atuação partidária aconteceu no sábado passado, dia 2 de junho, quando ministrou uma palestra sobre legislação eleitoral para os pré-candidatos do PDT em Cuiabá.
 
Antes de ingressar na advocacia, Franco era empresário e também escrevia coluna de humor, tendo criado o primeiro site especializado em Cuiabá no assunto, ancorado na época pelo MidiaNews.
 
Redação 24 Horas News com ParanatingaNews

Comentários

Data: 10/06/2012

De: Elieth Auxiliadora Camargo Ribeiro

Assunto: ADV;Franco Querendo

Sou casada com um dos primos do Dr. Franco Querendo, a morte dele deixou muita gente chocada inclusive nos, sei que era muito querido por todos, mas o Todo Poderoso quiz assim sendo Ele Onisciente que podemos fazer??

Novo comentário