09/08/2011 - 08h:10 Alunos de Porto Alegre do IFMT podem ficar sem transporte escolar

Os alunos que usam o transporte escolar para se locomover de Porto Alegre do Norte até Confresa para ir às aulas do IFMT podem ficar sem o transporte devido uma denúncia impetrada no Ministério Público pelo vereador Jair Dias Guimarães e Lerival Monteiro (cabeção da Cerâmica).  

Segundo a denúncia a Empresa Pantanal Turismo ganhou uma licitação e mesmo assim vem cobrando R$ 60,00 de cada aluno para ir até o Instituto Federal de Mato Grosso campus Confresa (IFMT).

Os vereadores querem que sejam apurados os fatos de que existe ilegalidade na licitação feita pela prefeitura municipal de Porto Alegre do Norte e a empresa ganhadora foi à empresa Pantanal Turismo.

Segundo o vereador Lerival Monteiro é preciso apurar os fatos, “estamos aqui por queremos legalidade”, disse ele. 

Já o vereador Jair Dias é hora de trabalhar para que a situação não perdure por mais tempo, “estamos aqui por que a empresa Pantanal Turismo do senhor Rodrigues Dorneles está fazendo algo ilegal com o dinheiro público”, disse ele.

O suplente de vereador Rodrigo do Posto disse, “estão vendo este brasão aqui é o poder que vocês me deram, larguem de serem humildes e serem omissos e reivindiquem os seus direitos”, disse ele aos pais de alunos em uma reunião na Câmara de Vereadores.

Segundo o Promotor de Justiça, Leonardo, “nos vamos analisar a denúncia detalhadamente e não vou exarar um parecer antes de conhecermos a fundo o procedimento que foi interposto pelos denunciantes”, disse ele.

 

Do outro lado

Já o empresário Rodrigues Dorneles disse que só concorreu a licitação por que os pais concordaram pagar a diferença que daria na licitação e que houve um comum acordo, “os pais são sabedores que a empresa Pantanal Turismo levou prejuízo durante o ano passado todo, e nós aguentamos as pontas até o final e nunca deixamos os pais na mão, e hoje só estamos rodando por que eles concordaram pagar a diferença”, disse ele.

 

“Nós não temos condições de continuar rodando sem os pais pagar o valor, pois estamos tendo prejuízo”, disse o Rodrigo.

 

Porém quem vai perder nessa “medição” de força são os alunos que poderão ficar sem o transportes e muitos que não tem condições de ir até Confresa com suas próprias forças.

 

Por Leandro Nascimento de Porto Alegre do Norte

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

OS COMENTÁRIOS É DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS INTERNAUTAS QUE O INSERIR. O REPÓRTER DO ARAGUAIA ONLINE RESERVA-SE O DIREITO DE NÃO PUBLICAR MENSAGENS COM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO, PUBLICIDADE, CALÚNIA, INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU QUALQUER CONDUTA QUE POSSA SER CONSIDERADA CRIMINOSA. OS COMENTÁRIOS QUE CONTER NOS ITENS CITADOS ACIMA SERÃO EXCLUÍDOS. TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO ARQUIVADOS ATRAVÉS DO IP E SERVIRÃO DE PROVAS CONTRA AQUELE QUE USAR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO.