08/08/2013 - Secretário que ironizou falta de anestesia deixa o cargo em MT

 

 

O servidor público estadual Emival Milhomem não é mais o secretário de Administração de São Felix do Araguaia, a 1.045 km de Cuiabá. Ele deixou o cargo no início do mês após conversar com o prefeito José Antônio Almeida (PPS), o popular Baú, e o motivo seria particular, explica o próprio Emival ao site.

Emival e Eudésio e a história do espinho de tucum

No mês de junho, Emival ficou conhecido em Mato Grosso ao rebater as críticas do sargento aposentado Eudésio sobre a falta de anestesia no hospital de São Felix onde o militar procurou para extrair um espinho de tucum do pé.

O sargento disse que o procedimento cirúrgico não pôde ser feito porque não havia anestesia naquela época no hospital fato que ele ficou sabendo através médicos e o militar diz que ouviu relatos que algumas cirurgias estavam sendo feitas sem anestesia em São Felix.

Emival rebateu o fato e até brincou: “Então esse policial tá dizendo que a gente voltou ao tempo da Idade da Pedra anestesiando as pessoas no porrete. Vamos ter que contratar um funcionário que trabalha na marreta na Friboi”, disse na época.

Emival ressaltou que sua saída da administração do Baú não tem nada a ver com aquele episódio e se deve a decisão do foro intimo, mas que continua amigo do prefeito e que irá torcer pelo sucesso da administração dele. Todavia especula-se que Emival deixou o cargo porque perdeu as forças dentro da administração para outro secretário e isso o teria desmotivado. A reportagem tentou falar com Baú, por telefone, mas sem sucesso.

 

Sargento denuncia pacientes sendo operados sem anestesia em MT

 

Ronaldo Couto com Vanessa Lima