09/09/2014 - Taques quer revogar lei que reduziu verba da Saúde e Riva promete bolsa

A 28 dias para a eleição, os candidatos ao Governo apresentaram propostas voltadas para as áreas da educação e saúde, no programa eleitoral veiculado na manhã desta segunda (8). Lúdio Cabral (PT) voltou a ressaltar sua história na vida pública, principalmente, na luta contra a privatização da Sanecap, visto que, segundo ele, haviam muitos interesses econômicos envolvidos. Além disso, o médico prometeu mais uma vez, se eleito, a revitalização de 55 hospitais municipais, qualificação dos profissionais da área, assim como parcerias dos hospitais regionais com o Estado e as universidades.

 

Ao final, a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), que disputa à reeleição, pediu votos ao candidato. Na primeira etapa da campanha, Lúdio explorou a imagem de Lula, agora, Dilma, assim, a única liderança, de expressividade, que não pareceu na tv é o governador Silval Barbosa (PMDB).

programas eleitorais_08/09

Seguindo na mesma linha, o senador Pedro Taques (PDT) enfatizou que as suas prioridades que serão nas áreas da educação, segurança e saúde. O pedetista, inclusive, garante que, caso seja eleito, encaminhará à Assembleia no primeiro dia de sua gestão (1º de janeiro de 2015), a revogação do projeto que retirou 50% dos recursos da saúde aos municípios, cerca de R$ 77 milhões. Esta proposta foi aprovada em dezembro de 2012. Taques promete ainda criar o programa Saúde na Escola, onde os alunos da rede estadual de ensino serão atendidos periodicamente por profissionais.

 

Além disso, o candidato criticou o repasse de R$ 100 milhões do Governo Silval Barbosa (PMDB) para o Legislativo. Segundo o senador, este montante é suficiente para equipar o hospital estadual que pretende construir na Capital. Ao final do programa eleitoral, ganhou destaque a pesquisa do Ibope, no qual o pedetista aparece na liderança, com 43%.

 

José Riva (PSD), por sua vez, prometeu ampliar o PROMAT, programa que oferece bolsa de forma integral ou parcial aos estudantes que não tem condições de pagar uma universidade particular. Além disso, o social-democrata destacou a lei de sua autoria na recuperação do Rio Cuiabá. Por último, Riva salientou sua vitória na “pesquisa de rua” nas visitas aos municípios.

 

 O candidato José Marcondes, o Muvuca (PHS), parodiou o programa eleitoral o ex-presidente da República, Lula, quando este disputou as eleições em 2002. O humanista mais uma vez criticou Taques por não comparecer ao debate da TBO. Já José Roberto (Psol), afirmou que é preciso oferecer mais medicamentos e equipamentos para a melhoria nos atendimentos da saúde. A retirada das OS na gestão da saúde também foi pauta de seu programa eleitoral. 

programas eleitorais_08/09

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
RD News
 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário