09/09/2015 - Governo garante orçamento de R$ 24 milhões para o Indea em 2016

09/09/2015 - Governo garante orçamento de R$ 24 milhões para o Indea em 2016

O Laboratório de Análise de Sementes “Guilherme de Abreu Lima” (Lasgal) do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea-MT) foi reinaugurado nesta terça-feira (08.09), em Cuiabá. Durante a solenidade, o governador Pedro Taques destacou a importância de investir em tecnologia e pesquisa no Estado. “A abertura deste laboratório é o início de uma caminhada para que Mato Grosso possa ser referência também na pesquisa, tecnologia, conhecimento”. Na ocasião foi anunciado orçamento ao órgão previsto em R$ 24 milhões para 2016.

Taques anunciou que dará atenção para investimentos na reestruturação do complexo laboratorial do Indea. “Nós iremos dar atenção para todo este espaço. Isso mostra que o nosso governo está pensando em tecnologia, em conhecimento, em pesquisas para aumentarmos cada vez mais a qualidade dos nossos produtos. Precisamos atingir novos patamares sanitários e precisamos de um Indea forte. Na nossa administração isso é realidade”.

O secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Seneri Paludo, destacou a conquista do aumento orçamentário do Indea para 2016, que irá garantir o melhor funcionamento da autarquia. “Já temos o compromisso e isso é uma determinação do governador Pedro Taques, que o orçamento passe de cerca de R$ 9 milhões este ano para R$ 24 milhões em 2016”.

Paludo ressaltou ainda a participação dos servidores para o funcionamento da estrutura. “O maior patrimônio que a gente tem dentro do Estado são pessoas. A gente não caminha para frente se não tiver um tripé que é tecnologia, estrutura e, principalmente, pessoas. E o que vai fazer esse laboratório ter sucesso daqui para frente são as pessoas que vão estar aqui dentro”.

No Lasgal são realizadas análises da qualidade de sementes, verificando a pureza e potencial de germinação de 96 espécies de plantas, como: soja, milho, algodão e forrageiras. A unidade atende, em sua maioria, produtores de sementes, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e outros Estados como Rondônia.

O Lasgal é um laboratório oficial, ou seja, é o único em Mato Grosso que tem a autorização para realizar análises de sementes provenientes de fiscalização. É um laboratório prestador de serviço, certificado pelo Mapa cadastrado no Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem) e possui certificação ABNT NBR ISSO/IEC 17.025. Atualmente, tem capacidade para atender de 250 a 300 amostras/mês.

Para o presidente do Indea, Guilherme Linares Nolasco, a reforma do laboratório é uma grande conquista para a autarquia e para a defesa vegetal no Estado. “Se passaram 33 anos da criação desse laboratório e, desde então, não recebeu nenhum investimento. É uma grande conquista do Indea. É um laboratório voltado para o produtor, voltado à produtividade do Estado de Mato Grosso, com o objetivo de analisar e certificar todas as sementes utilizadas no estado, que planta mais de 9 milhões de hectares. O laboratório está pronto para isso. Falar em sementes de qualidade é falar em semente de maior potencial de germinação, maior área de cobertura vegetal, menos custo com aplicação de herbicida, maior produtividade. Esse laboratório faz parte do desenvolvimento econômico do estado de Mato Grosso”.

O Lasgal faz parte do complexo do Indea, localizado na Avenida Vereador Juliano Costa Marques, s/n, no bairro Residencial São Carlos, em Cuiabá. O espaço abriga ainda o Laboratório de Apoio à Saúde Animal (Lasa), o Laboratório de Tecnologia da Madeira (LTM), o Centro de Treinamento do Indea (Centrin) e o escritório da Unidade Regional de Cuiabá. Conta com uma equipe formada por seis servidores, sendo quatro analistas e dois engenheiros agrônomos.

A reforma e a compra de novos equipamentos foi realizada por meio de Termo de Cooperação entre o Indea e o Fundo Mato-Grossense de Apoio à Cultura da Semente (Fase-MT). Carlos Ernesto Augustin, presidente da Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat), afirma que o laboratório irá garantir mais agilidade nas análises de sementes. “A reforma do laboratório dará mais agilidade nas análises e de um volume maior de amostras. Sem dúvida, é um instrumento de grande importância para o produtor, principalmente na análise proveniente da fiscalização que é cargo do Ministério da Agricultura, que precisa de um laboratório oficial para fazer essas análises”.

No ato foi assinado o Acordo de Intenções entre o Governo do Estado de Mato Grosso e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) de adesão do Estado ao Sistema Unificado de Atenção a Sanidade Agropecuária Aplicado às Cadeias dos Produtos de Origem Vegetal (SUASA Vegetal), no âmbito do uso de sementes e mudas. Ampliando de sete fiscais para cerca de 100 fiscais, com a incorporação do Indea na fiscalização do uso de sementes, inibindo a produção, a entrada e o comércio de sementes ilegais em Mato Grosso.

O diretor de Fiscalização de Insumos Agrícolas do Mapa, Girabis Evangelista Ramos, esteve presente para a assinatura do acordo e destacou a integração entre as esferas estadual e federal. “Com a integração da fiscalização estadual e federal podemos crescer mais e melhor na defesa agropecuária, fortalecendo a agricultura, conferindo maior segurança na produtividade”.

 

 

Dayanne Santana

Assessoria INDEA

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário