09/10/2012 - 13% dos municípios em Mato Grosso serão administrados por mulheres

 

O número de mulheres eleitas para as prefeituras no 1º turno em todo o país aumentou 31,5% nestas eleições em relação ao 1º turno de 2008, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em Mato Grosso, apenas 19 serão comandadas administrativamente por mulheres a partir de janeiro de 2013, totalizando 13,47% dos 141 municípios. Comparando o resultado às eleições de 2012 com a de 2008, que elegeu apenas oito prefeitas, o número de mulheres eleitas cresceu em 137,5% no Estado.

No pleito eleitoral deste ano estavam na disputa 48 candidatas a prefeita em Mato Grosso. O partido que mais teve candidatas eleitas à prefeitura é o PSD, que disputou o comando com 14 mulheres encabeçando a chapa. O partido conseguiu eleger sete candidatas em todo o Estado.
 
Em Sapezal, Ilma Grisoste (PSD) é a nova prefeita eleita. Ela venceu a disputa 59,02% dos votos válidos, contra Jean Carlo Galli (PMDB). No município de Nova Bandeirantes, Solange Sousa (PSD) foi eleita prefeita com 60,76% após derrotar outros três concorrentes homens. Em Poxoréu, Jane Maria (PSD), venceu a disputa com 52,93% dos votos válidos. Lambari D’Oeste elegeu Marisa Manea (PSD), com 53,54% votos. Raquel Campos (PSD), venceu em São José do Xingu com 34,73% dos votos válidos, contra três candidatos homens. Em Nova Nazaré, Railda de Fátima (PSD) foi eleita com 50,98% dos votos.  Já em General Carneiro, a candidata à reeleição Magali Vilela (PSD) disputou com três candidatos homens e venceu com 36,94%.
 
O PMDB, com sete candidatas em todo o Estado conseguiu eleger três. Em Planalto da Serra, Angelina Benedita venceu a disputa com 57,36% dos votos válidos. Ribeirão Cascalheira elegeu Patrícia Vilela, com 50,64% dos votos. Em Cotriguaçu, Rosângela Aparecida, a Rose, recebeu 58,68% dos votos. 
 
O PT concorreu com cinco candidatas e quatro foram eleitas. Em Poconé, Meire Adauto, foi eleita com 53,12% dos votos. No município de Jauru, Enercia Monteiro venceu a disputa com 58,32%. Mabel de Fátima foi eleita prefeita de Castanheira, com 53,25% dos votos e derrotou dois candidatos homens. Já em Rondolândia, Bett Sabah venceu a disputa com 50,07% dos votos. 
 
Os partidos PR e DEM , cada um com quatro candidatas a prefeita teve apenas uma eleita. Em Comodoro Marlise Marques (PR), derrotou três candidatos homens e venceu a disputa com 48,40% dos votos. Sandra Martins (DEM) venceu em Guarantã do Norte, com 63,24% dos votos. 
 
O PSB com três candidatas, elegeu apenas uma. Em Pontal do Araguaia, Divina Oda (PSB), foi eleita com 59,26% dos votos. Já o PDT disputou com duas mulheres, e uma foi eleita. Em Pedra Preta, Mariledi Araújo (PDT) venceu a disputa com 38,50% dos votos válidos, após derrotar quatro candidatos homens. Elisete do Carlinhos, única candidata mulher a prefeita pelo PSDB venceu em Glória D’Oeste e derrotou o candidato à reeleição Nilton Borgato. 
 
Em 2012, as mulheres conquistaram 663 prefeituras em todo o país, representando 12,03% do total de prefeitos eleitos. Em 2008, terminado a primeira etapa da eleição, haviam sido eleitas 504 prefeitas, ou, 9,12% do total. É a primeira eleição municipal com a vigência da lei 12.034/2009, que estabelece que "cada partido ou coligação preencherá o mínimo de 30% (trinta por cento) e o máximo de 70% (setenta por cento) para candidaturas de cada sexo”.
 
Thais Tomie | Redação 24 Horas News