09/10/2016 - Documentário do Araguaia é aprovado em mostra universitária

09/10/2016 - Documentário do Araguaia é aprovado em mostra universitária

Os rituais sociais e religiosos do povo Xavante, que vive a 16km de Barra do Garças, são mostrados em um filme que concorre ao prêmio de melhor documentário na Mostra Audiovisual Universitária da América Latina (Maual). A obra foi financiada pelo edital Prêmio Tradições, da Secretaria de Cultura (SEC).

“Xavante: Memória, Cultura e Resistência” traz à tona o dia-a-dia da aldeia Namunkurá. Nas primeiras cenas, por exemplo, mostra imagens inéditas sobre os rituais Wapté Monhõnõ e Darini (Wai’á rini), cerimônias que iniciam os jovens xavante na vida espiritual e social da aldeia.

De acordo com a Assessoria da SEC, o objetivo do prêmio que financiou o documentário era a promoção de culturas populares e tradicionais, a partir de iniciativas que contribuem para sua manutenção.

Este filme, por exemplo, fala sobre os direitos dos indos sobre a terra, suas reivindicações e a necessidade de reconhecimento da cultura xavante. Para Gilson Costa, o diretor, o edital potencializou o alcance de seu projeto: “O produto previsto pelo edital, que era a produção do documentário, se multiplicou. Criamos um circuito de exibição e ele ainda será exibido em um festival. Acredito que isso dá ainda mais visibilidade à cultura xavante”, avalia.

Além da Maual, o documentário foi exibido na aldeia Namunkurá, na Praça da Matriz em Barra do Garças, na praça central da cidade de General Carneiro e no cinema do Instituto de Ciências Humanas e Sociais da UFMT Campus II, em Barra do Garças. Ele será disponibilizado, ainda, para a Programadora Brasil e, gratuitamente, para as escolas públicas da região de Barra do Garças e General Carneiro. 

 

 

Olhar Conceito

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário