09/12/2015 - Núcleo de Produção da UFMT realiza pré-estreia de documentários sobre o Médio Araguaia

09/12/2015 - Núcleo de Produção da UFMT realiza pré-estreia de documentários sobre o Médio Araguaia

Acontece na próxima sexta-feira, dia 11 de dezembro, a pré-estreia dos filmes Ser Tão Araguaia dirigido pelo cineasta matogrossense Amaurí Tangará e Veredas do Araguaia, do diretor paulistano Daniel Santiago. O evento, que será realizado a partir das 19:00h, no cinema da Universidade Federal do Mato Grosso - Câmpus Araguaia, tem entrada franca e apresentará os documentários produzidos no ano de 2015 sob a coordenação do Núcleo de Produção Digital da UFMT.

Os filmes retratam a história do desenvolvimento do leste do Mato Grosso através de depoimentos de personagens locais e das belas imagens do médio Araguaia, trazendo para a cena insurgências políticas, personagens polêmicos, vivências místicas e relatos dos povos indígenas, compondo o mosaico de riqueza e diversidade da região.

 O rio Araguaia torna-se protagonista, a partir das falas que revelam as histórias de suas margens. Sua importância histórica é ressaltada, ao retratar como vem alimentando com as suas riquezas, os municípios que se formaram ao longo de suas veredas.

Na visão da coordenação do projeto, esta ação se constitui como um divisor de águas para a região, pois, além de realizar a projeção nacional do médio Araguaia também abre caminho para a inserção do Município de Barra do Garças, no circuito nacional de produção audiovisual.

O Núcleo de Produção Digital é resultado de uma parceria entre a Universidade Federal de Mato Grosso e o Ministério da Cultura, através da Secretaria de Audiovisual. O projeto é realizado desde o ano de 2014 e atua em diversas frentes da produção cinematográfica, como oficinas de formação técnica, produção audiovisual e parcerias com cineastas independentes.

 

 

Ana Carolina Custódio e Kariny Ellen

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário