11/04/2011 - 10h:15 Assaltante baleado tenta pegar carona em BR e é preso

O assaltante baleado durante um cerco policial em General Carneiro (a 449 quilômetros de Cuiabá), nessa sexta-feira (8), foi localizado e preso juntamente com um comparsa quando pedia carona na BR-070, a 15 quilômetros de General no sentido Primavera do Leste. Jesuíno Gonçalves Nascimento, 22 anos, estava ferido no ombro, entretanto, conseguiu ficar dois dias escondido no mato.

Ele foi preso com outro acusado de participar da quadrilha: Wladson Luan Laborda Xavier, 20 anos. Agora, já foram capturados cinco integrantes de uma quadrilha de roubo a carros sob encomenda para serem "esquentados" em Primavera do Leste e Rondonópolis.

Na sexta-feira, a quadrilha roubou uma caminhonete F-250, cor preta, em frente a uma escola, por volta das 15 horas. O bando usou um pick-up Strada como apoio no assalto e seguiu para Br 070 sendo interceptado pela PM próximo a General Carneiro. Houve troca de tiros, a quadrilha correu para mato e abandonando os veículos.

Dois elementos de Primavera do Leste vieram buscar os integrantes no mato e foram presos. São eles: Gilson Rocha Valadares Júnior, 28 anos e Mariuson Oliveira Menezes, 28 anos. Eles tentaram resgatar Weberson Freitas dos Santos, 18 anos, que também foi detido. Weberson foi quem apontou a arma para o proprietário da caminhonete.

O Golf, que um deles estava, foi apreendido e verificado que havia sido "clonado". Possuía placas de Cuiabá, mas tinha sido furtado em Itumbiara (GO). A pick-up Strada, cor branca, era clonada.

Weberson declarou na delegacia ter sido contratado por Gilson e por um homem chamado Wanderlei para buscar essa caminhonete e receberia R$ 1.500,00 de recompensa.

A polícia está à procura agora de dois homens um chamado Wanderlei e outro conhecido como Ceará.

A suspeita dos policiais é de que a quadrilha tinha ramificações nas cidades de Barra do Garças, Campo Verde, Primavera do Leste, Querência e Rondonópolis. Normalmente escolhendo os veículos para serem roubados.

O tenente Elcirley, comandante da Força Tática, informou que Wladson e Jesuíno estavam no mato e se aproximavam da rodovia somente para pedir carona quando foram surpreendidos por uma guarnição da PM.

G1

 

Paranatinga News - Edgard Filho