10/05/2011 - 08h:55 Advogado de defesa de Márcio Pieroni considera prisão ilegal

 O advogado Sebastião Monteiro afirmou que a prisão do delegado Márcio Pieroni é ilegal e declarou que toda a investigação foi conduzida de forma legal, sendo assim, seu cliente é inocente. 


"Toda a investigação policial por ele presidida referente aos fatos que tratam do “Caso Leopoldino Marques do Amaral” foram legitimamente empreendidas dentro dos limites legais e constitucionais, com chancela do Poder Judiciário Estadual", afirmou Monteiro. 
O advogado alegou que não há elementos concretos que sustentem a necessidade de custódia cautelar. 

"A decretação da prisão cautelar é manifestamente ilegal, pois o delegado Pieroni não mais se encontrava no exercício da titularidade da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), mas sim lotado na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), e as provas são todas pré-constituídas não dependendo de qualquer evento futuro, não tendo, portanto, como prejudicar ou tumultuar a busca da verdade real, ao revés, o Delegado espontaneamente colaborou com a persecução criminal que tramita na esfera Federal", informou. 

Desde que o Ministério Público Federal (MPF) acusou Pieroni de participar de um esquema de farsa para beneficiar o empresário Josino Guimarães, acusado de mandar matar o juiz Leopoldino Marques do Amaral, o delegado havia sido transferido para Delegacia de Roubos e Furtos. 

Pioroni e Josino foram presos na tarde desta segunda-feira (9) denunciados pelos crimes de formação de quadrilha armada, denunciação caluniosa, falsidade ideológica, fraude processual, interceptação telefônica para fins não autorizados em lei, quebra de sigilo funcional e violação de sepultura. 

Além dos dois, o MPF também denunciou o irmão do empresário Cloves Luiz Guimarães, o investigador da Polícia Civil Gardel Tadeu Ferreira de Lima e o detento Abadia Paes Proença.

 

Da Redação - Alline Marques

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário