11/05/2014 - A Escola Técnica Albert Sabin promove uma noite de Educação em Saúde (Atualizada)

A Escola Técnica Albert Sabin, realizou na ultima quinta-feira (08/05) na Câmara Municipal de São Félix do Araguaia/MT, a Primeira Noite de Educação em Saúde, onde foram abordados vários temas de doenças tropicais com grupos formados por alunos de Enfermagem da Escola Técnica Albert Sabin que puderam conhecer melhor sobre certas doenças como a tuberculose, hanseníase, hepatite e leishmaniose. Cada palestrante explicou a origem, o contágio, o surgimento e o sintoma de cada uma dessas moléstias, além de fomentar a importância para o entendimento das pessoas.

As doenças tropicais negligenciadas representam um inimigo que se aproveita da fragilidade social e econômica. São vírus, bactérias e parasitos que atingem um bilhão de pessoas, sobretudo na faixa tropical do globo, onde se concentram as populações mais vulneráveis dos países em desenvolvimento. Com a intensa circulação de pessoas, o problema se torna cada vez mais uma questão global.

Para o supervisor da Escola Técnica Albert Sabin de São Félix do Araguaia Pablo Fernandes Ferreira, a oportunidade cria multiplicadores por meio da educação e da saúde, principalmente para os alunos de Enfermagem. "O nosso intuito é prevenir através da educação e eles nos ajudam muito a disseminar isso, pois a população não tem conhecimento sobre essas doenças", ressaltou.

 

Palestra sobre doenças tropicais é oportunidade de criar multiplicadores por meio da educação e da saúde, principalmente para alunos de EnfermagemA Fortaleza de São José de Macapá recebeu nesta terça-feira, 12, técnicos do Centro de Referência de Doenças Tropicais (CRDT) para ministrar palestra sobre doenças tropicais. O evento faz parte da programação de aniversário dos 231 anos do Forte, comemorado no dia 19 de março.

A infecção por doenças tropicais prejudica o desenvolvimento intelectual das crianças, reduz a taxa de escolarização e muitas vezes desabilitam os infectados para o trabalho, o que acarreta conseqüências econômicas. Mais do que um problema para a saúde, as doenças negligenciadas configuram um entrave ao desenvolvimento humano e econômico das nações.

 

Para o público presente as palestra foram obtido conhecimentos importantes em nível de informação foi muito gratificante e fundamental para o desenvolvimento profissional, principalmente para os estudantes cada vez mais se qualificar. Esse tipo de informação é de suma importância, pois vem oferecer uma melhor qualidade no atendimento às doenças tropicais.

 

 

Vanessa lima/O Repórter do Araguaia

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário