10/07/2013 - Líder de grupo criminoso que atuava no Norte de MT é preso em Manaus

Um homem acusado de liderar um grupo criminoso que atuava na região Norte do Estado foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (05.07), na cidade de Manaus, Amazonas. A ação desencadeada pela equipe de investigadores da Diretoria de Inteligência e policiais civis da Delegacia de Guarantã do Norte (328 km ao Sul) levou a prisão Fernando dos Santos Penha, conhecido como “Cabeção”, pela atuação em crimes de tráfico de drogas e roubos a residência.
 
O grupo criminoso foi descoberto durante a operação “Véritas”, deflagrada em março deste ano, pela Delegacia de Guarantã do Norte em conjunto com policiais civis de Peixoto de Azevedo, Sinop e Cuiabá, com o objetivo de investigar associações organizadas de tráfico de drogas atuantes na cidade e região.
 
A operação foi desencadeada após investigações apontarem que grupo de traficantes da cidade de Peixoto de Azevedo estava atuando em Guarantã do Norte. De acordo com levantamentos da Polícia Civil, um adolescente de 17 anos, era o chefe da quadrilha no município e três semanas após o início das investigações, o menor foi apreendido pelos atos infracionais de tráfico de drogas e associação para o tráfico. O adolescente está cumprindo medida sócioeducativa de internação em Cuiabá.
 
Segundo o delegado de Guarantã do Norte, Antonio Goes de Araújo, a quadrilha possui um alto nível de organização, sendo fortemente armada e com atuação de extrema violência. “Este grupo é responsável, além do tráfico de drogas, pela prática de roubos e outros crimes violentos, notadamente à estabelecimentos comerciais envolvendo ouro, nas cidades de Peixoto de Azevedo, Guarantã do Norte e Matupá.”, disse o delegado.
 
Entre os casos recentes, em que a quadrilha coordenada por “Cabeção” está envolvida, está o assalto a residência do irmão do governador, o roubo em uma casa de compra e venda de ouro, de onde foram levados R$ 50 mil e a execução de um roubo a um motel, todos os crimes ocorridos na cidade de Matupá. Além de auxiliar na logística, o acusado teria fornecido armas para que os integrantes da quadrilha praticassem os crimes.
 
O delegado da Diretoria de Inteligência, Juliano Silva de Carvalho, explicou que o acusado além de ser muito perigoso, tem facilidade em procedimentos de fuga. “Sua especialidade mateiro, o auxiliou a fugir mais de duas vezes do cerco policial, sempre se escondendo em floresta da região, onde consegue passar dias sem ser descoberto.”, explicou o delegado.
 
Levantamentos realizados pela Diretoria de Inteligência descobriram o paradeiro do acusado, na cidade de Manaus (AM). Policiais civis da inteligência se deslocaram até a cidade, onde durante dois dias passaram a monitorar o suspeito. No final da tarde de sexta-feira (05), a equipe de investigadores da Polícia Civil do Mato Grosso com apio do Departamento de Repressão ao Crime Organizado, da Polícia Civil do Amazonas, realizaram a prisão do acusado.
 
Na ação, três mandados de prisão contra o criminoso pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e tentativa de homicídio foram cumpridos. O acusado foi encaminhado a Penitenciária Central do Estado.
 
CAMILA MOLINA
Assessoria/PJC-MT

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário