10/08/2016 - Senado vota hoje parecer de Antonio Anastasia e decide se Dilma Rousseff vai a julgamento

10/08/2016 - Senado vota hoje parecer de Antonio Anastasia e decide se Dilma Rousseff vai a julgamento

O plenário do Senado Federal analisa nesta terça-feira (9) o parecer do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) a favor da pronúncia da presidenta afastada Dilma Rousseff. Se o texto de Anastasia for aprovado pela maioria dos senadores, Dilma irá a julgamento no fim deste mês.

A presidente afastada é acusada de cometer crime de responsabilidade, em razão da assinatura de decretos de suplementação orçamentária e da realização de operações de crédito entre o Tesouro e o Banco do Brasil.

A sessão será coordenada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e pode durar até 30 horas, avançando pela madrugada e terminando apenas na manhã de quarta-feira (10). Ela será iniciada com a apresentação de questões de ordem pelos senadores e, em seguida, será feita a leitura do relatório por Anastasia.

A partir daí, cada senador terá dez minutos para falar. Até a noite de ontem, a lista de inscritos para discursar tinha 43 senadores. Depois deles, será a vez da acusação ter 30 minutos para fazer suas últimas considerações e a defesa mais 30 minutos, antes que a votação seja iniciada.

Os senadores vão votar pelo painel eletrônico do Senado e as lideranças partidárias poderão apresentar até quatro destaques por partido ao texto para serem votados separadamente. As sugestões de mudança ao texto serão votadas logo após o texto principal.

Em reunião no Senado na última semana, Lewandowski acertou esses e outros detalhes da sessão com os líderes dos partidos. Ficou estabelecido que a sessão seguirá até a votação final, com interrupções de uma hora a cada quatro para descanso dos parlamentares. A expectativa é de que todas as votações ocorram na madrugada de quarta-feira (10).

 

 

HuffPost Brasil, com Agência Brasil

Comentários

Data: 12/08/2016

De: Luis Gonzaga Domingues

Assunto: luisodomingues@hotmail.com

Os golpistas são hoje meia dúzia, pois descobriram que os políticos corruptos como Temer não os representam mais. Os ricos que acumularam riqueza através da sonegação de impostos, exploração dos trabalhadores/escravos e da corrupção ao longo da História do Brasil. Eles acreditam que levaram para o túmulo toda riqueza roubadas dos pobres e não por acaso que vão frequentar algumas igrejas financiando-as e distribuindo migalhas para os pobres através das mesmas. Querem acabar com os projetos e programas criados para atender as demandas da população mais pobre que ao longo do tempo foram explorados pelos ricos. Agora querem voltar ao poder sem ter sido eleito já que é prática do PMDB dar golpe desde que me conheço como gente.

Novo comentário