10/08/2016 - Falso pastor é preso acusado de estuprar criança de 10 durante cinco anos

10/08/2016 - Falso pastor é preso acusado de estuprar criança de 10 durante cinco anos

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DDM) de Rondonópolis (215 km de Cuiabá) prendeu, nesta terça-feira (09), José Aires Gleidf que é acusado de estuprar uma menina de 11 anos durante aproximadamente cinco anos. Segundo a delegada Lígia Silveira, ele se passava por pastor para ganhar a confiança de mulheres na cidade.

A delegada explicou ao Olhar Direto que a vítima é filha da atual companheira do acusado. Na época ele apenas namorava a mulher. A criança contou que na época dos abusos a mãe ia dormir na casa do homem e levava os filhos. Lá, todos dormiam no mesmo quarto e durante a noite ele praticava os atos.
 
A primeira vez que a menina relatou o caso foi na escola. A professora percebeu um comportamento estranho da criança após uma briga e chamou a Polícia Militar. Depois de uma breve conversa, a vítima contou ao militar que não aguentava mais e que estaria sendo abusada pelo suspeito.
 
Segundo o que contou a criança, não houve conjunção carnal. Após os relatos, a mãe da menina não acreditou na história e foi morar com o acusado. A vítima e os irmãos ficaram morando com a avó. A delegada ainda informou que possivelmente houve anuência da mãe: “Conversei com a criança e ela disse que a mãe chegou a presenciar”.
 
A mulher nega as acusações: “Ela diz que a filha está mentindo, sendo induzida pela avó. Mas pelo que apuramos a denuncia é verdadeira”, explicou a delegada. O homem se passava por pastor, mas na delegacia disse que era pedreiro. Interrogado, o suspeito negou os abusos alegando que a enteada é mentirosa. Ele foi encaminhado para a unidade prisional de Rondonópolis.

 

 

 

Da Redação - Wesley Santiago

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário