10/08/2017 - Porto dos Gaúchos - Irmã de prefeito tira nota máxima em concurso e levanta suspeitas de favorecimento

10/08/2017 - Porto dos Gaúchos - Irmã de prefeito tira nota máxima em concurso e levanta suspeitas de favorecimento

Indícios de irregularidades em um processo seletivo promovido pela Prefeitura de Porto dos Gaúchos, a 644 km de Cuiabá, são apurados em um inquérito aberto pelo Ministério Público Estadual (MPE). Nesse processo, a irmã do prefeito da cidade, Moacir Pinheiro Piovesan (PMDB), mais conhecido como Baixinho Piovesan, foi aprovada com 100% de acerto das questões, o que levantou suspeita.

As outras candidatas à vaga de assistente social não acertaram nem 50% das questões. "Isso não é estranho, foi mérido dela. Se as outras não conseguiram, o problema foi delas", disse o prefeito, ao informar que ainda não foi notificado pelo MPE sobre o caso e que, assim que for, irá prestar todas as informações solicitadas.

"Tenho a consciência tranquila, pois nunca fizemos nada para obter vantagem. Ela é assistente social e já foi secretária de Assistência Social do município", declarou o prefeito.

De acordo com ele, o processo seletivo foi em caráter emergencial, pois a única assistente social de Porto dos Gaúchos, que é concursada, está de licença médica e o cargo estava desocupado desde janeiro deste ano.

O processo seletivo foi realizado em março e no mesmo mês a irmã do prefeito já foi contratada para assumir a função. O prazo do contrato é até dezembro deste ano.

Na portaria assinada no dia 6 de julho, o promotor de Justiça Marcelo Rodrigues da Silva solicitou à prefeitura do município os cadernos de prova de todos os candidatos para o cargo de assistente social, com os respectivos cartões de resposta, bem como a cópia da prova para esse cargo.

O processo seletivo com uma vaga para assistente social e duas vagas para engenheiro civil foi realizado em março deste ano, com salários de R$ 4.534,26 e R$ 4.857,86 para jornada de trabalho semanal de 30 e 40 horas.

 

 

 

Do G1 MT