10/10/2017 - MPE denuncia prefeita de Juara e mais 3 por fraude em licitação

10/10/2017 - MPE denuncia prefeita de Juara e mais 3 por fraude em licitação

 O Ministério Público Estadual (MPE) ofereceu na sexta-feira (6) denúncia por fraude em licitação contra a prefeita de Juara, Luciane Bezerra (PSB); o chefe de gabinete da Prefeitura, Antonio Batista da Mota; o procurador-geral do Município, Leornardo Fernandes Maciel Esteves e o empresário Valdeir Francisco de Souza, proprietário da empresa V.F. de Souza Fotografia- ME.

A denúncia foi protocolada por meio do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco). O grupo é acusado de promover dispensa indevida de procedimento licitatório para a contratação direta de empresa de agência de publicidade no valor de R$ 240 mil.

“Os denunciados consumaram todos os atos executórios do procedimento indevido de dispensa de licitação, sob o fundamento de que havia urgência na contratação de uma agência de publicidade para divulgar as ações do poder público, especialmente aquelas voltadas à saúde e ao calendário escolar”, diz a denúncia.

Conforme o MPE, a realização da dispensa de licitação foi totalmente ilícita, pois não observou os requisitos exigidos pelo artigo 24, inciso V, da Lei nº 8.666/93, restando claro “que tudo não passou de um esquema montado para dar aparência de legalidade ao procedimento”.

“A obrigatoriedade da realização do procedimento licitatório é um corolário do princípio constitucional da isonomia, previsto na Constituição Federal, pelo qual, todos devem receber tratamento igual pelo Estado, de modo a evitar que os parceiros sejam escolhidos por critérios de amizade pessoal e outros interesses que não o da consecução da finalidade pública”, destacou o coordenador do Naco, promotor de Justiça Antonio Sérgio Cordeiro Piedade.

Delatada por Silval

Luciane Bezerra é ex-deputada estadual e no mês de agosto deste ano foi denunciada pelo ex-governdor Silval Barbosa (PMDB) como uma das parlamentares da Assembleia Legislativa que recebiam mensalinho em troca de apoio político. Ao receber maços de dinheiro entregues por Silvio Cézar Corrêa Araújo, ex-chefe de gabinete de Silval, Luciane foi gravada e as imagens exigidas em rede nacional de televisão

Conforme os delatores Silval e Silvio, a ex-deputada também recebia os mensalinhos pagos todo mês para não fiscalizar a gestão do peemedebista e esquemas de corrupção que eram operados em várias frentes. Pelas gravações, divulgadas com áudio original, ainda faz piada ao buscar R$ 100 mil entregues por Silvio. Num determinado momento, ela sorri e diz que dá até tremedeira ao ver a quantia de dinheiro que o delator tinha em sua sala para distribuir aos participantes do esquema.

 

Redação do GD

 
 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário