10/11/2014 - Em reunião com Silval, Taques expõe preocupação com transição da Saúde

O governador eleito Pedro Taques (PDT) e o governador Silval Barbosa (PMDB) começaram oficialmente, nesta sexta (7), os trabalhos de transição para os próximos quatros anos de administração do Estado pelo pedetista, que se inicia em 1º de janeiro. Durante reunião no Palácio Paiaguás, foram abordados temas das pastas principais, entre eles a questão da continuidade da administração durante esse período de mudança.

 

Para o governador eleito, é importante que os serviços, especialmente da pasta da saúde, tenham continuidade e não sejam interrompidos por falta de recursos ou abastecimento, como é o caso dos medicamentos. "A compra de medicamentos, por exemplo, o cidadão não pode a partir do dia 1º de janeiro ficar sem remédios e o governador Silval Barbosa entendeu isso", ressaltou.

 

De acordo com Taques, ele e a equipe de transição a qual tem como coordenador o prefeito licenciado de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta, estão visitando todas as secretarias para fazer um diagnóstico da situação atual. "Até o momento já ouvimos três secretarias, mas solicitei um tempo maior, pois achei curto. Quanto a situação econômica, estou terminando o levantamento junto a Sefaz", explicou. Entre as pastas que ele já está analisando estão Planejamento, Meio Ambiente, Educação, Saúde, Segurança Pública e Fazenda.

 

 

 

Gabriele Schimanoski

Comentários

Data: 10/11/2014

De: gj

Assunto: hg

ESTADO QUEBRADO A VISTA ...

Novo comentário