10/11/2015 - No Roda Viva, Taques se diz confortável no PSDB e alega que doação recebida da Odebrecht é legal

10/11/2015 - No Roda Viva, Taques se diz confortável no PSDB e alega que doação recebida da Odebrecht é legal

O governador Pedro Taques (PSDB) é o entrevistado desta segunda-feira (9) do programa Roda Viva, da TV Cultura. No primeiro bloco do programa, o tucano foi lembrado pelo seu histórico no combate a corrupção e já foi no início da entrevista confrontado sobre problemas passados da legenda pela qual se filou. Taques se disse confortável na nova legenda e alegou que quem erra são pessoas e não partidos.
 
O tucano ainda foi questionado sobre sua posição sobre o financiamento público de campanha, proposta que visa ajudar o combate a corrupção. O jornalista recordou que Taques foi candidato que mais doação recebeu na campanha ao governo de 2014, tendo recebido recursos até da Odebrecht, empresa investigada na Operação Lava jato.
 
Taques afirmou que recebeu doações legais, tendo suas contas de campanha aprovadas pela Justiça Eleitoral. “Recebi sim a doação, aprovada pelo TSE”. Ele lembrou que sempre foi um senador independente do governo, com posicionamentos mais a oposição que situação, alegando que a empresa não teria interesse escusos em sua eleição. “A legislação permite isso. Defendi o financiamento público sem a lista fechada. Com a lista fechada não concordo.  A corrupção é um fenômeno cultual no Brasil, o fato de as pessoas pensarem que a coisa pública é coisa de ninguém”, criticou.
 
Impeachment
 
Taques voltou a defender a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma como ferramenta constitucional. “Por mim, entendo que exista condições para que a câmara possa decidir. O processo é um instrumento de responsabilidade. A câmara autoriza o julgamento do Senado”, explica.

Roda Viva
 
O programa Roda Viva é um dos mais tradicionais e influentes programas de entrevista da televisão brasileira, no ar desde 1986 pela TV Cultura.  Ao longo dos anos, o jornalístico pautou-se pelo que há de mais relevante no cenário nacional e internacional da atualidade, com entrevistas de diversos líderes políticos, escritores, esportistas, filósofos, músicos etc.
 
O atual apresentador do programa é o jornalista Augusto Nunes, colunista da Veja e ex-diretor de redação das revistas Época e Forbes, e dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil e Zero Hora.
 
De 86 para cá, Roda Viva entrevistou personalidades como Enéas Carneiro, Luís Carlos Prestes, Fernando Henrique Cardoso, José Sarney, Fernando Collor, Fidel Castro, Itamar Franco, Roberto Campos, Eduardo Campos, José Saramago, Tom Jobim, Leonel Brizola, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff, Newton Cruz, Cabo Anselmo, Jimmy Wales, Hugo Chávez, Noam Chomsky, Mario Vargas Llosa, entre outros.

 

 

 

Da Redação - Lucas Bólico

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário