10/11/2015 - Servidores do Detran mantêm greve

Sem acordo com o governo do Estado, o Sindicato dos Servidores do Detran-MT (Sinetran-MT) procurou o Núcleo de Conciliação do Tribunal de Justiça para que ajude na negociação da greve. Até a reunião, que acontecerá na quarta-feira (11), a categoria decidiu manter a greve. A decisão foi tomada em assembleia da categoria ocorrida hoje (9).


“O governo preferiu partir para o anúncio de represálias, como corte de ponto e cobrança da multa, para tentar evitar a negociação. Então buscamos o Tribunal de Justiça para mediar mostrando que o que a categoria quer é o atendimento da pauta e não medir forças”, comenta Daiane Renner, presidente do Sinetran-MT.
Ela explica que na última reunião, no dia 6 de novembro, o governo ratificou a proposta e informou que não iria negociar com a categoria em greve e anunciou o corte do ponto dos servidores que não retornarem ao trabalho. (Ver proposta no final do texto)


“O que estamos reivindicando visa melhorar o atendimento à população, o que parece que não é preocupação do governo. Queremos além da nomeação dos concursados, que seja garantida a segurança em todas as unidades do Detran para evitar os furtos que têm ocorrido constantemente nas Ciretrans, a publicação do nosso manual de procedimentos que vai padronizar os serviços do Detran, implantação da política de saúde e segurança do trabalhador e infra estrutura nas unidades. Tudo isto reflete na prestação do serviço público, na qualidade do atendimento à população, não são pautas voltadas apenas para o servidor, como o governo tenta transparecer”, reclama Daiane.


A reunião de conciliação será na próxima quarta-feira(11) às 15 horas no núcleo de conciliação do Tribunal de Justiça que fica em frente ao TCE.

Confira qual é a proposta do governo encaminhada ao Sinetran

- Chamar 30 aprovados no concurso até o mês de dezembro de 2015;

- Em 2016, até 30 de setembro convocar mais 100;

- Para 2017, no decorrer do ano, o governo fará o chamamento de mais 160 aprovados

- Os 199 restantes serão convocados durante o ano de 2018 

 

 

Redação do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário