10/12/2011 - Investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos DERF, prenderam a suspeita do latrocínio do aposentado Cirilo Alves Mota, vô do jogador Lorran do Flamengo

Presa na tarde desta sexta feita 09/12 às 16h00min Elisangela Laminiel Vilela, 32 anos, suspeita da prática do latrocínio, roubo seguido de morte, contra o aposentado Cirilo Alves Mota 87 anos. A suspeita ainda com sinais de escoriações no rosto e pescoço provocados pela luta corporal que teve com a vítima, contou uma versão a polícia que conhecera a vítima na rua, por duas vezes, e durante essas duas vezes mantiveram relações amorosa. no dia dos fatos 02/12, sexta feira, teria ido até a residência da vítima para fazer um programa como haviam combinados.

 
Elisangela confessou o crime a Polícia, disse que no momento em chegara na residência, no dia 02/12 sexta feira, teria ido até a residência da vítima para fazer um programa como havia combinados, e ao bater na porta a vítima abriu-a, momento em que Elisangela adentrou e encontrou a vítima vestido apenas de cueca sentado na cama, e após a vítima ter dito que iria chamar a polícia pelo fato de que seus documentos pessoais haviam sido furtados anteriormente, disse a polícia que se sentiu ofendida pelas acusações feitas pela a vítima, ficando irritada empurrando a vítima que caiu sobre a cama.
 
Elisangela disse a Polícia que se sentou ao lado da cama, em seu Interrogatório contou detalhes a Polícia como teria feito para matar a vítima, segundo Elisangela disse que com uma das mãos apertou o pescoço da vítima e com a outra mão apertou o nariz da vítima asfixiando-o que a vítima se debatia, que permaneceu asfixiando a vítima por uns dez minutos aproximadamente até que a vítima perdesse totalmente os movimentos, até que a vítima ficou totalmente quieto.
 
Em seu interrogatório, Elisangela disse a policia que é usuária de droga e faz programa para sustentar os vícios, que inclusive a vítima nas duas vezes que fizera programa com a vítima recebeu, na primeira vez dez (10) reais e a segunda vez quinze (15) reais. Segundo Elisangela após ter asfixiado a vítima subtraiu do bolso do mesmo uma importância no valor de R$ quatro (4) reais, que após o crime Elisangela se evadiu do local indo para o porto do “baé” onde se encontrou com seu companheiro Luciano, contando detalhe do crime.
 
Elisangela além de matar a vítima subtraiu sua carteira contendo todos os documentos pessoais, relatou ainda a Polícia que naquela noite foi para a cidade de Aragarças/GO
 
permanecendo o resto da noite nas ruas da cidade e assim que amanheceu o dia foi para a casa da irmã de seu companheiro Luciano. Elisangela fora presa pelos Investigadores da DERF numa fazenda no município de Aragarças, fazenda essa denominada “macaúba”. Após ser interrogada, foi encaminhada para realização de exame de corpo de delito e posteriormente encaminhada para a Cadeia Pública local, onde permanece presa a disposição da justiça.
 
 
Redação e Texto: Robson Lima / O Repórter do Araguaia

Comentários

Data: 15/12/2014

De: Air Max 2014 On Sale

Assunto: kqtiwwp@gmail.com

Novo comentário