11/01/2016 - Pedro Taques rearticula agenda para percorrer Brasil e até exterior na busca de investidores

11/01/2016 - Pedro Taques rearticula agenda para percorrer Brasil e até exterior na busca de investidores

Nova Iorque, Washington, Punta Del Este, Paris, São Paulo, Rio de Janeiro... Estimativas preliminares dão conta de que o governador José Pedro Taques (PSDB) percorreu mais de 50 mil quilômetros, para chegar às principais cidades de negócios do mundo, em busca de empreendedores dispostos a investir em Mato Grosso. E não apenas no agronegócio, mas também em indústria e logística, por exemplo.

“O nosso estado é uma das únicas regiões do mundo que consegue aliar três fatores fundamentais para a produção. Pois, conseguimos produzir muita quantidade com qualidade, aliados a tecnologia”, ponderou o chefe do 
Poder Executivo, para a reportagem do Olhar Direto, após participar neste domingo (10) da premiação da 32ª Corrida de Reis, promovida pela TV Centro América (Globo), naPraça das Bandeiras, região norte de Cuiabá.
 
O governador vem repetindo os argumentos apresentados em diferentes cidades do mundo, como em Nova Iorque (EUA), onde jantou com os ex-presidentes Bill Clinton e Fernando Henrique Cardoso. E Paris (França), onde conversou com empresários e chefes de 
Estado de dezenas de países, principalmente da Europa e da Ásia.
 
Pedro Taques tem projetos para reforçar as indústrias têxtil e de transformação, além de empresas que atuem em logística de transportes – rodovias e ferrovias. E, para isso, as conversas com governos e grupos empresariais da 
China, da Tailândia e da Coréia do Sul, por exemplo,  têm sido freqüentes, para apresentar as potencialidades de Mato Grosso em diferentes áreas.
 
No caso da indústria têxtil, a explicação de Taques é simples: atualmente 
Mato Grosso produz 58% do algodão do país e tem potencial para dobrar a produção em pouco tempo, pois existem 12 milhões de hectares que ainda podem ser explorados de maneira sustentável, no Estado. Aos investidores, o governador tem apresentado o Investe Mato Grosso, que está em fase de estruturação. O programa contará com ações para fortalecer a agroindústria, os setores florestal e mineral, além do turismo.
 
Pedro Taques confia que a realização da reforma tributária, no 
Estado, com a consolidação doImposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), vai ser fundamental para atrair novos investidores. Ele crê ter condições de  simplificar os processos como medida para atrair novos investimentos. Já  Investe Mato Grosso trata-se de agência de fomento para o desenvolvimento estadual também será criada para fornecer créditos, semelhante à atuação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
 
Pedro Taques destacou que uma das metas da gestão é industrializar o que é produzido em Mato Grosso e, por conta disso, tem percorrido diferentes estados e países. “A cada diálogo nos traz reflexões. O que precisamos fazer para melhorar? Uma das medidas que já estão sendo tomadas é desburocratizar os processos referentes a novos investimentos no Estado”, resumiu Taques.

 

 

 

Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário