11/01/2016 - Guilherme Maluf afirma que cumpre a Constituição ao pagar salário extra de R$ 25 mil para deputados

11/01/2016 - Guilherme Maluf afirma que cumpre a Constituição ao pagar salário extra de R$ 25 mil para deputados

Em janeiro, os deputados estaduais de Mato Grosso vão receber R$ 25 mil por duas semanas de trabalho, em convocação para sessões extraordinárias. E a justificativa do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Guilherme Maluf (PSDB), chega a ser plausível. “É a Constituição quem manda. E a Mesa Diretora vai cumprir”, afirmou ele, neste domingo (10), após participar da cerimônia de premiação da 32ª Corrida de Reis, promovida pela TV Centro América (Globo), na Praça das Bandeiras, região norte de Cuiabá.

“Temos projetos importantes para o Estado, na pauta, e é essencial que isso ocorra com agilidade e responsabilidade”, afiançou ele, para a reportagem do Olhar Direto, pouco depois de cumprimentar o governador José Pedro Taques (PSDB) e o empresário 
Zilmar Melatte, diretor geral da TVCA.
 
Guilherme Maluf não quis se alongar no fato de a convocação garantir um salário extra de R$ 25 mil. Isso, além de outros R$ 25 mil, do vencimento do mês corrente, gerando um custo total de R$ 1,2 milhão somente em folha salarial. Citou apenas que, em mês de recesso, os parlamentares não recebem os R$ 65 mil de Verba Indenizatória – como ocorria no passado.

Depois de aprovar o novo 
Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) nas últimas sessões de dezembro, entre as mensagens a serem apreciadas com maior urgência pelos deputados, estão o projeto que cria o Estatuto da Micro e Pequena Empresa, o que altera a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2015 e o que trata da transformação do Centro de Processamento de Dados de Mato Grosso (Cepromat) em Empresa Mato-grossense de Tecnologia de Informação (MTI).
 
Na pauta, também contam quatro propostas voltadas para a modificar o financiamento dos projetos  da Secretaria de Estado Cultura e, também, medidas de fomento.
 
“Isso [a convocação] é o resultado de uma discussão interna dos deputados, que entendem as suas responsabilidades, no sentido de apreciar e aprovar algumas mensagens que são de fundamental importância Mato Grosso”, ponderou Maluf.   

 

 

 

Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário