11/04/2012 Exclusivo: Ao fotografar as filhas índio percebe dois rostos estranhos em uma das fotos

Professor Woubedu Karajá da etnia Karajá adora tirar fotos, mora em uma casa, na aldeia Santa Izabel do Morro, na Ilha do Bananal (TO), próximo a cidade de São Félix do Araguaia - MT, procurou o Repórter do Araguaia dizendo que tinha algo estranho a mostrar ao mundo no intuito que alguém possa dar explicações como surgiu uma imagem que nunca viu saíu em uma das fotos no momento que fotografava suas filhas.


Segundo Woubedu a casa onde mora é assombrada, pois desde que passou a morar nela sempre tem pesadelos. Na noite de 7 de abril aconteceu algo muito estranho quando estava tirando fotos de suas filhas de repente aproximou o zoom, e percebeu que em uma das fotos tinha uma imagem  com formato de dois rostos que não existe na casa. Isso lhe deixou preocupado e perguntando de quem são o rosto que aparecem na foto, pois a cultura indígena muito casos de espíritos são relatados e sabe-se que cada nação indígena possuí crenças e rituais religiosos diferenciados. Porém, todas as tribos acreditam nas forças da natureza e nos espíritos dos antepassados. Para estes deuses e espíritos, fazem rituais, cerimônias e festas. O pajé é o responsável por transmitir estes conhecimentos aos habitantes da tribo. Existem vários relatos de imagem estranhas que apareceram em fotos e na realidade não estavam ali no momento real. Talvez uma potencial explicação para isso é que a fotografia é contemporânea do Espiritismo.


Vejam os dois rostos de pessoas aparecem na foto tirada por Woubedu, segundo ele não existe essa imagem em sua casa acha que são espíritos que vivem já algum tempo.

 
Vejam esses dois casos entre muitos que aconteceram algum tempo.

Em setembro de 1936 o capitão Provand e Indre Shira,dois fotógrafos que foram contratados para registrar Raynham Hall para a revista Country Life deram de cara com a aparição. Inicialmente, o Capitão Provand estava preparando a câmera para obter uma foto, quando Indre Shira percebeu que alguma coisa estranha estava surgindo no meio da escadaria. Indre gritou para que Provan batesse logo a foto da escada. Provand disparou o flash e ficou intrigado com Indre sobre seu entusiasmo em bater a foto. Ele não vira nada.
Quando a foto foi revelada, finalmente surgiu o primeiro registro fotográfico do fantasma famoso. Ela foi publicada na revista em dezembro de 1936. Desde então foi a mulher de marrom já foi vista por várias outras testemunhas.
 

Esta interessante fotografia  foi tirada por volta do ano de 2000, em Manilla, nas Filipinas.


Segundo o The Ghost Research Society, duas amigas saíram para uma caminhada de uma noite quente.
Uma delas resolveu registrar o momento e pediu a uma pessoa que passava para bater uma foto delas usando o  celular. O resultado é este. Devido à foto ser de celular, tinha baixa resolução, mas não poderia se tratar de um caso de dupla exposição. Neste caso os investigadores pensaram que talvez pudesse se tratar de uma fraude, feita digitalmente. Até hoje o caso está em aberto. As mulheres negaram haver mais um participante no momento da foto. Algumas pessoas estranharam que a “aparição” não parecia usar roupas, o que sugeria se tratar de um fantasma ou espectro. Não é possível ver a forma completamente, o que causa ainda mais estranheza, devido a alta velocidade das fotos digitais do celular usado na época, que não tem controle de exposição.  Pela forma como o espectro segura o braço da moça, algumas pessoas pensaram se tratar do registro do anjo da guarda dela e outros levantaram a possibilidade de ser um “encosto”. A foto é misteriosa, pois é possível ver que parte da aparição está atrás da moça e parte na frente dela.
Grupos ligados ao estudo dos desencarnados tem obtido resultados bastante intrigantes com o uso de equipamentos eletrônicos. Segundo alegam, seria possível obter um contato com os mortos usando a transcomunicação instrumental, ou TCI. Basicamente, a Transcomunicação Instrumental (TCI), é o nome dado à gravação de vozes,fotos  e até filmagem de pessoas que já morreram.


Evidentemente, que como todo assunto que envolve o lado oculto, a morte e espíritos, a TCI é vista com reservas e desconfiança por parte dos céticos. Muitos investigadores céticos alegam que é impossível provar que a TCI funcione realmente, pois suas evidências  ainda se misturam com a pareidolia.

Fonte: Vanessa Lima/O Repórter do Araguaia
 

Comentários

Data: 11/04/2012

De: eu

Assunto: cada um

cada um cre de alguma forma ja eu tenho a biblia como fote segura de esplicação e ela diz que quem morre esta dormindo aguadando a resureição.Ja quanto espiritos imundo e real so não sei se eles aparece pra alguem,pode a te ser quesim pois os anjos de Deus apareceram varias vezes pra muitos.

Novo comentário