11/05/2012 - Polícia Federal retira índios que ocupavam prédio da Funai em Mato Grosso

Uma equipe da Polícia Federal (PF), com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), retirou nesta quinta-feira (10) os índios xavantes que ocupavam há três dias a sede da Fundação Nacional do Índio (Funai) em Barra do Garças (509 km de Cuiabá). A desocupação transcorreu de forma tranqüila, com os policiais aconselhando os índios a procurar outro meio de protesto, sem interdição do órgão. 

Os caciques concordaram com a argumentação dos policiais e entregaram as chaves do prédio localizado na rua Amaro Leite, no centro de Barra. O edifício foi ocupado como forma de protesto pelos xavantes, que reivindicam uma casa de apoio para os indígenas universitários que estudam na cidade. Inicialmente, os índios ocuparam a sede da Secretaria Nacional da Saúde Indígena, antiga Funasa, usando o mesmo método.

Posteriormente, eles invadiram a sede da Funai e exigiram também a demissão do diretor da unidade em Barra do Garças, alegando irregularidades. A Procuradoria da República acionou a Polícia Federal e deu prazo de 48 horas para desocupação do prédio da Funai. 

Os índios pediram que a casa do índio volte a funcionar no hospital Dom Bosco e que a Secretaria Nacional do Índio pague a dívida com aquele hospital particular, em torno de R$ 5 milhões. Segundo o proprietário do hospital, Dalton Siqueira, a extinta Funasa abandonou o hospital e não pagou o contrato de locação.

 

Ronaldo Couto/ Olhar Direto

Comentários

Data: 11/05/2012

De: Pedro Bó

Assunto: Cadeia alimentar

Funai tem medo de Xavante. Xavante tem medo de Polícia Federal. Logo, Sócrates é mortal.

Novo comentário