11/05/2015 - Raio mata evangélico no meio do culto

11/05/2015 - Raio mata evangélico no meio do culto

Robson Lameira Marques dos Santos, de 24 anos, participava de um culto em uma igreja evangélica em Ananindeua quando foi atingido por um raio e morreu. Ele estava no altar e segurava um microfone no momento em que a descarga elétrica ocorreu. 

 

Os fiéis que acompanhavam a celebração na igreja evangélica Poder e Glória, no 40 Horas, socorreram o rapaz, que foi levado até uma Unidade de Pronto-Atendimento 24h (UPA), mas ele não resistiu a uma parada cardiorrespiratória e morreu. Chovia forte antes do ocorrido.   

 

Maria José Favacho mora em frente à igreja. Ela conta que por causa da chuva não saiu de casa para participar do encontro de oração que ocorre sempre no mesmo horário, ao meio-dia, e à tarde. “Eu não frequentava essa igreja, mas também sou evangélica e participo, mas decidi ficar em casa e fazer as minhas orações, quando vi aquele clarão e um barulho altíssimo. 

 

Foi rápido; em seguida, a irmã já estava pedindo socorro. Foi um desespero muito grande. Eu nunca tinha visto algo assim, durante um culto”, lamenta.   O cunhado da vítima, Marcio Vinicius, explica que a família foi informada sobre o ocorrido por meio de uma pessoa que estava na igreja. 

 

A família permanece perplexa com a notícia da morte de Robson.   No bairro do 40 Horas, a igreja Poder e Glória permanecia com as portas abertas, mas ninguém estava no local. As celebrações foram suspensas por causa do episódio. Os moradores da rua Baganha, onde a igreja está localizada, afirmam que o rapaz trabalhava na construção da nova sede do templo evangélico. Dentro da igreja de madeira existe uma estrutura de tijolos com ferros expostos. 

 

 

 

Camila Barreto/Diário do Pará e Colaboração Matheus Giuseppe

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário