11/06/2014 - Barra do Garças: Andréia toma posse em plenário improvisado no saguão da Câmara

 

A prefeita Andréia Santos  (PR) e o vice-prefeito José Maria Alves Vilar (PP), tomaram posse na noite de terça (10), no saguão da Câmara de Barra do Garças. Com o plenário fechado por decisão do presidente da Casa, vereador Miguel Moreira da Silva (PSD), o Miguelão, coube ao vice-presidente, vereador Celson Sousa (PV), notificado pela Justiça Eleitoral, cumprir a decisão de forma improvisada em sessão extraordinária que contou com a presença de nove dos 15 vereadores.

 

A sessão extraordinária, convocada por 12 vereadores por meio de assinaturas em um requerimento de autoria do vereador Julio Cesar (PSDB), estava marcada para às 19 horas, mas foi cancelada pelo presidente sob a alegação de descumprimento do Regimento Interno, que prevê o prazo mínimo de 48 horas para a sua convocação. A decisão, no entanto, não foi cumprida por nove vereadores.

  

A alternativa encontrada para empossar a prefeita foi, de certa forma, inusitada. O vice-presidente do Legislativo improvisou o plenário no saguão de entrada da Casa, abriu a sessão, leu a ata de posse e, como forma de garantir a lisura do ato, apresentou aos vereadores presentes o mandado judicial que determinava a posse imediata de Andréia Santos em razão da vacância do cargo provocada pela cassação do prefeito Beto Farias (PSD)."Diante de decisão judicial, coube a mim, como vice-presidente, atender a notificação judicial que determinava o ato de posse", disse Celson.

 

Além dele, os vereadores Júlio Cesar, Reinaldo Silva (Solidariedade), João Rodrigues e Valdei Leite (PSB); Paulo César Raye (Pros), José Maria (PTB), Paulo Sérgio e Maria do Mercado (PP), também assinaram  a ata empossando a nova prefeita.Com as portas da Câmara fechada, os populares que compareceram para  assistir ao ato de posse acompanharam  a sessão na rua. Andréia Santos ainda tentou, por meio de uma entrada lateral, dar acesso ao público, porém, o local improvisado para a sessão não comportou a presença de todos.

 

"É uma atitude lamentável. Não esperava que isso acontecesse, porém, o comparecimento de nove vereadores garantiu o cumprimento da decisão judicial e agora vamos trabalhar para dar o melhor para a população de Barra do Garças", disse a nova prefeita se referindo a forma como teve que tomar posse.