11/06/2015 - Câmara de VG afasta vereador acusado de propagar pedofilia

A Câmara de Vereadores de Várzea Grande aprovou na noite de hoje o afastamento preventivo por 90 dias do vereador Nilo Campos (PV). Ele é acusado de promover a pedofilia e pornografia em seu blog particular na rede mundial de computadores.

 

Nilo Campos assumiu o mandato em janeiro com a renúncia do deputado estadual Pery Taborelli (PV). Dos 20 vereadores presentes na sessão ordinária, 12 votaram pelo afastamento do parlamentar e oito foram contrários.

 

Fora do cargo, Nilo Campos terá 10 dias para prestar esclarecimentos a uma Comissão Processante que analisará o futuro do mandato. O vereador corre o risco de ser cassado por quebra de decoro, mas alega que teve sua página "hackeada".

 

A comissão de vereadores que analisará se pede ou não a cassação de Nilo Campos é formada pelos legisladores João Tertuliano Filho – popular Joãozito (DEM), Miguel Baracat (PT) e Leonardo Mayer (PROS). A tendência é que Nilo Campos acione a Justiça, pois foi afastado do cargo sem princípio do contraditório e ampla defesa.

 

 

Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário