11/07/2016 - Durante crise econômica, repasse do Fethab “salva” municípios de Mato Grosso

11/07/2016 - Durante crise econômica, repasse do Fethab “salva” municípios de Mato Grosso

Durante o período de vacas magras pelo qual passam os municípios de Mato Grosso, os repasses do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) às prefeituras, feitos pelo Governo do Estado, estão sendo a verdadeira “salvação” das administrações locais.

“Atualmente os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) não chega como antes. O dinheiro para fazer investimento é o Fethab, então é a nossa salvação. Se tirar o Fethab não há o que fazer”. A fala é do prefeito de Alto Paraguai, Adair José Alves Moreira, publicada pela assessoria de imprensa do Governo do Estado.
 
Em 18 meses já foram repassados mais de R$ 320 milhões. “Em 2015 nós vimos o quanto Fethab foi importante para os municípios. Também atendemos a reivindicação dos prefeitos para que os recursos possam ser usados na pavimentação urbana”, comentou o governador Pedro Taques (PSDB). Antes das alterações, as prefeituras só poderiam usar os recursos para a manutenção de estradas não pavimentadas e em reforma e construção de pontes. Agora as prefeituras podem usar o dinheiro para pavimentação das ruas e avenidas da cidade.
 
O prefeito de São Pedro da Cipa, Alexandre Russi, afirmou que recebe cerca de R$ 60 mil por mês, dinheiro que é praticamente a única fonte de recursos para fazer investimentos. “Os recursos do Fethab nos ajudam muito, com ele nós consertamos pontes, fazemos recuperação das estradas rurais e também trabalhamos na zona urbana. Com o Fethab, fica mais fácil para os prefeitos trabalhar. Antes disso, os prefeitos precisam ir atrás dos deputados, dos secretários e do governador para pedir óleo diesel e consertar uma ponte. Hoje não, os recursos chegam”, afirmou.
 
Já o prefeito de Aripuanã, Ednilson Luiz Faitta, destacou que problemas antigos como pontes quebradas deixando locais isolados já não são comuns e os prefeitos já não precisam ficar de “pires na mão” pedindo recursos para arrumar estradas. “Os recursos do Fethab tem salvado os municípios, Aripuanã, por exemplo, é uma cidade com 25 mil km², com 3.800 km de estradas, todas não pavimentadas, então nós temos muito trabalho. Os recursos do Fethab tem nos possibilitado dar um atendimento digno à população”, pontuou.
 
De acordo com Faitta, os repasses do Fethab garantem a continuidade do tráfico, principalmente nas vias que não são pavimentadas. Dados da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), mostram que em 2015, foram distribuídos R$ 231.399.470,44. Juara foi o município que mais recebeu recursos no ano passado, R$ 4.299.170,74. Seguido por Paranatinga com R$ 4.227.436,95.
 
Em 2015, nenhum município recebeu menos de R$ 600 mil. Os que menos receberam foram Arenápolis e São Pedro da Cipa. Cada uma recebeu R$ 693.504,21. Neste ano, Arenapólis já recebeu R$ 292.168,96 e São Pedro da Cipa outros R$ 282.818,36. As informações são da assessoria de imprensa do Governo do Estado.

 

 

 

Da Redação - Lucas Bólico

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário