11/08/2014 - Mais uma pessoa morre infartada quando dirigia em Barra do Garças

Mais um caso de infarto fulminante em Barra do Garças, leste de Mato Grosso, tirou a vida do mototaxista Ilheus dos Santos, 51 anos, morador do bairro Abel Lira. Ele estava numa chácara com amigos quando começou a passar mal e saiu dirigindo de carro Uno a procura de atendimento médico por volta das 19 horas de sábado (9) na companhia de uma cunhada. 

No caminho, Ilheus não agüentou mais dirigir e passou a direção do veículo para cunhada e próximo a Padaria Flores no bairro São José ele infartou. Os bombeiros ainda foram acionados, mas quando chegaram já encontraram o mototaxista já sem vida.

O fato foi registrado pela Polícia Militar que compareceu no local do atendimento ao mototaxista. Esse é o terceiro caso de infarto fulminante na região de Barra do Garças.

O primeiro caso aconteceu sábado (2) com a professora da UFMT Célia Benquerer que infartou quando dirigia o carro pela cidade e morreu ao dar entrada no hospital MedBarra.

No domingo (3), o pedreiro Miguel Flôr, 54 anos, morreu também de infarto quando dirigia em Pontal do Araguaia. Ele estava na companhia de amigos dirigindo uma caminhonete e ia buscar um bolo e quando foi verificar se a roda do veículo estava balançando, Miguel infartou e caiu do veículo sendo atingindo por pela roda traseira.

O número de casos de infarto aumentou em todo o país devido à vida sedentária das pessoas e os hábitos alimentares. Durante palestra na escola CEP de Barra do Garças, o cardiologista Carlos Eduardo Leão explicou que 25% das mortes provocadas por doenças estão relacionadas ao coração. “A saída é corrigir os hábitos alimentares e a prática esportiva”, frisou.

 

Ronaldo Couto
 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário