11/08/2014 - Passam as chuvas, entra a seca e rodovias seguem abandonadas em MT

A chuva se foi. O período agora é de muita seca. Mas, as obras de restauração das rodovias em Mato Grosso, que deveriam estar a pleno vapor, parecem que não vão acontecer mais este ano. O Governo de Mato Grosso dá demonstração inequívoca de que tudo ficará para quem assumir o controle do Executivo a partir de 1 de janeiro. Exemplo é a rodovia que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, a MT-251, cheia de defeitos e sem uma máquina sequer ao longo dos 68 quilômetros que separaram as duas cidades.

 

A indignação, no entanto, prossegue. No Norte de Mato Grosso, um grupo de moradores e motoristas que todos os dias utilizam a rodovia MT-208, trecho entre Alta Floresta e Carlinda, já estão se mobilizando para promover um manifesto para cobrar a conclusão com urgência das obras. Eles prometeram ‘trancar’ a estrada nesta terça-feira, 12. Os moradores se queixam da falta de atenção por parte do Estado, da letargia e do descompromisso do Governo Silval Barbosa.

 

Próximo a comunidade Terra Santa, entre as duas cidades, o asfalto já ruim foi ‘arrancado’ no ano passado para dar lugar a um novo piso, mas até agora o trabalho não foi concluído. Engenheiros da empresa Equipav, que foi contratada para realizar o trabalho, admitiram que existe a possibilidade da obra de reconstrução não ficar pronto este ano.


“Registra-se quem nesse trecho já ocorreram vários acidentes, dos quais muitos deles não são registrados, a situação atual da Rodovia prejudica também o escoamento de produtos, atendimento médico e até mesmo policial, pois é impossível trafegar com segurança pelo referido trecho” – diz o manifesto.


Na visão dos organizadores o bloqueio da rodovia estadual é a única forma de chamar a atenção dos governantes para esse problema que já se tornou um verdadeiro caos. A ideia de se fazer o manifesto surgiu dos próprios moradores da comunidade, as margens da rodovia MT-208 que estão indignados com a situação. Eles alegam que neste período de seca a poeira é quase insuportável e por outro lado, existe a questão da aproximação das chuvas.

 

Os usuários da rodovia querem que a empresa conclua pelo menos aquele trecho onde o asfalto já foi retirado, sendo assim, quando começar a chover não terá tantos problemas.


No Oeste do Estado, os vereadores de Jauru e Figueirópolis D’Oeste se reuniram nesta semana e decidiram fazer um manifesto ainda neste mês em protesto à situação da Rodovia MT-248, que liga Araputanga à Jauru. A rodovia foi abandonada pelo Governo há muitos anos e, após inúmeras mobilizações da população pela reconstrução do asfalto, o descaso continua e as obras estão paradas.

 

O trecho, que compreende as cidades de Araputanga, Indiavaí, Figueirópolis D´Oeste e Jauru, foi recortado pela construtora contratada, tornando mais difícil a trafegabilidade e causando sérios transtornos aos motoristas que trafegam pela região marcada por inúmeros acidentes e mortes.

 

Os vereadores querem marcar uma audiência com o governo do Estado para discutir a situação da MT-258 e pretendem fazer um manifesto neste mês. A data ainda não foi informada.

 

 

 

Redação 24 Horas News

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário