11/09/2013 - PF apreende 233 Kg de cocaina na fronteira Oeste; este ano já são 3 toneladas

Equipe de policiais federais lotados na Delegacia de Cáceres, no Oeste do Estado, em ação conjunta com policiais militares de Nova Lacerda, apreenderam cerca de 233 quilos de cloridrato e pasta base de cocaína. Duas pessoas acabaram presas em flagrante. Com isso, calcula-se que somente este ano, a PF tenha apreendido em torno de 3 toneladas de entorpecentes na região, considerada a maior na história desta unidade policial.
 
As investigações tiveram início após o Setor de Inteligência da PF informar que um caminhão Volkswagen transportaria armamento e entorpecentes da região de Pontes e Lacerda até Várzea Grande. Os policiais federais conseguiram identificar o caminhão quando ainda se encontrava em Cáceres.  Quando o veículo pegou a BR 174 em direção ao município de Pontes e Lacerda, as equipes se dividiram visando monitorar todas as saídas.
 
Por volta das 14h30, com ajuda de policiais militares, o caminhão foi interceptado, próximo ao município de Nova Lacerda. Após vistoria prévia realizada na cabine foram encontrados invólucros de substância análoga à cocaína e armamento de diversos calibres. De imediato, foi dada voz de prisão ao motorista do caminhão.
 
Por questões de segurança, o caminhão foi conduzido  até o Posto da Polícia Rodoviária Federal em Cáceres para ser submetido a uma revista mais minuciosa, oportunidade em que foram encontrados outros tabletes de cocaína em uma das rodas do caminhão. 
 
Além dos 233 quilos de cocaína, também foram apreendidas duas pistolas de origem italiana, calibre 9 mm, um conjunto de cano, ferrolho e um carregador para utilização em um armamento de guerra, calibre .50, a culatra de um fuzil calibre 556 e uma luneta de longo alcance.
 
Durante o interrogatório prestado na Delegacia de Policia Federal em Cáceres, o motorista do caminhão informou que receberia  R$ 20 mil  pelo transporte do entorpecente e do armamento e que repassaria R$ 5 mil ao seu ajudante. 
 
Após o término da lavratura do flagrante, ambos foram encaminhados para a Cadeia Pública de Cáceres.
 
“Trata-se de mais uma grande apreensão que comprova a eficiência e abnegação dos policiais federais da Delegacia de Cáceres, bem como demonstra cada vez mais a necessidade e importância do trabalho conjunto das forças policiais, em especial, as localizadas na região de fronteira” – disse Paulo Gomes, da Polícia Federal.
 
 
Redação 24 Horas News