11/11/2015 - Em rede nacional, Taques confessa sentir misto de tristeza e alegria com prisão de Riva, Silval e Roseli

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que sente um misto de alegria e tristeza quando pensa na prisão de autoridades da política de Mato Grosso, ocorrida ao longo dos últimos meses. A declaração foi feita ao vivo, no programa Roda Viva, da TV Cultura, que foi ao ar na noite de segunda-feira (9).

Taques foi questionado sobre como analisa o atual cenário em que políticos vêm sendo presos no país. O jornalista autor da pergunta citou José Riva, Silval e Roseli Barbosa, todos presos neste ano, e quis saber de Taques se ele acredita que o juiz Sérgio Moro inaugurou um novo “modelo” de magistratura, ao mandar prender autoridades.
 
 “O senhor fez referência a essas autoridades presas no Estado. Isso para mim é um misto de tristeza e alegria. Tristeza porque nosso Estado é visto de uma forma equivocada e alegre porque as instituições estão funcionando. E funcionando de acordo com o que determina a Constituição”, afirmou.
 
De acordo com Taques, a mudança que vem sendo feita no combate à corrupção no país passa também pela modernização das ferramentas de controle e investigação. Hoje é possível se fazer uma investigação de maneira muito mais célere que na década passada.
 
“Os instrumentos de investigação melhoraram muito. Na minha época você demorava seis seis anos pra chegar numa conta. Você mandava um ofício para o Banco Central, o Banco Central mandava um ofício para todas as instituições financeiras e ai chegava muito papel”, relembrou.
 
Hoje em dia, segundo Taques, uma investigação consegue chegar em uma conta ou uma off shore dentro de seis meses.
 
“Em outro ponto, a sociedade brasileira passa a entender que o direito penal não é só para a senzala. Também é para a casa grande”, afirma. “Todos estão sujeitos a lei. Ninguém está acima da lei. Eu sou governador, não estou acima da lei e posso ser investigado, isso faz parte da democracia, isso faz parte da maturidade das instituições”, completa.

Roda Viva
 
O programa Roda Viva é um dos mais tradicionais e influentes programas de entrevista da televisão brasileira, no ar desde 1986 pela TV Cultura.  Ao longo dos anos, o jornalístico pautou-se pelo que há de mais relevante no cenário nacional e internacional da atualidade, com entrevistas de diversos líderes políticos, escritores, esportistas, filósofos, músicos etc.
 
O atual apresentador do programa é o jornalista Augusto Nunes, colunista da Veja e ex-diretor de redação das revistas Época e Forbes, e dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil e Zero Hora.
 
De 86 para cá, Roda Viva entrevistou personalidades como Enéas Carneiro, Luís Carlos Prestes, Fernando Henrique Cardoso, José Sarney, Fernando Collor, Fidel Castro, Itamar Franco, Roberto Campos, Eduardo Campos, José Saramago, Tom Jobim, Leonel Brizola, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff, Newton Cruz, Cabo Anselmo, Jimmy Wales,

 

Confira a entrevista completa (a partir do minuto cinco):

 

www.youtube.com/watch?v=lNSlTTjHOgE

 

 

Da Redação - Lucas Bólico

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário