13/01/2012 - Conselho tutelar pode notificar o pai e a mãe por ataque de quatro cães pitbulls a criança de apenas dois anos

 

A situação vulnerável a qual Sofia Harber Pinto, de dois anos, era forçada a enfrentar pela convivência com quatro cães considerados agressivos, será analisada pelo Conselho Tutelar e pode ser a causa de uma notificação aos responsáveis pela criança. A menor foi atacada por quatro pitbulls na última segunda-feira (9) em sua residência no bairro Jardim universitário. 
 
A coordenadora do Conselho Tutelar que atende a região da moradia da criança, Maria de Jesus Souza, informou ao Olhar Direto que a equipe vai visitar a criança e  acompanhar o seu atual estado de saúde. “Conversei com o colegiado ontem e nós temos que ir até o hospital, pegar o boletim e ver como ela está”, explicou. 
 
Ainda segundo a coordenadora, Carlos da Costa Pinto e a esposa devem ser ouvidos para que, em seguida, seja elaborada a análise da situação de risco a qual Sofia era exposta. “Eles eram os responsáveis por ela e sabiam dos cuidados que essa raça requer”, enfatizou. As circunstâncias que resultaram na tragédia que deixou a menor desfigurada serão verificadas para um relatório. 
 
Sofia Harber Pinto estava em casa com a babá enquanto os pais trabalhavam e em um momento de distração, deslocou-se para o quintal onde ficavam os cães. Eles se soltaram e a morderam nos braços, pernas, rosto e arrancaram-lhe o couro cabeludo. Ela está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Clínica Femina e deve sofrer uma cirurgia reparadora.
 
Da Redação - Priscilla Vilela

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário