12/03/2015 - Com Taques, bancada de MT se reúne por recursos

A bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional se reuniu, esta quarta-feira (11/03), com o governador Pedro Taques (PDT), em Brasília, para viabilizar recursos para obras e ações de interesse do estado. 

O pleito envolve principalmente a liberação de verbas para o Auxílio Financeiro para Fomento às Exportações (FEX), referente à desoneração para exportações, e para o programa MT Integrado, que visa melhorar a infraestrutura de transportes do estado.

“Precisamos entender a real situação do estado e apoiar as demandas por recursos. Esse trabalho da bancada é fundamental para darmos suporte ao governo de Mato Grosso”, ressalta o deputado Adilton Sachetti (PSB-MT). 

A reunião aconteceu no gabinete do senador Blairo Maggi (PR-MT). Estiveram presentes ainda os deputados Fabio Garcia (PSB-MT), Ezequiel Fonseca (PP-MT), Nilson Leitão (PSDB-MT), Ságuas Moraes (PT-MT) e Victório Galli (PSC-MT), além dos senadores José Medeiros (PPS-MT) e Wellington Fagundes (PR-MT). 

Sachetti explica que os recursos para o MT Integrado, que podem ser aplicados em obras como pontes e estradas, por exemplo, “proporcionam a integração dos municípios e desenvolvem o estado”. “Isto gera novas oportunidades de emprego e renda para Mato Grosso”, assinala o deputado.

O governo de Mato Grosso calcula que deixou de receber compensação financeira pelo FEX de aproximadamente R$ 400 milhões no ano passado, em razão da desoneração das exportações. Para 2015, a perda do estado com isenção de impostos deve chegar a R$ 600 milhões. 

Segundo Taques, uma nova reunião com a bancada deve ser realizada futuramente no estado. “Temos consciência da importância dos oito deputados e três senadores, notadamente em razão da crise que se avizinha. Queremos mostrar que Mato Grosso pode ajudar o Brasil. Para isso, o Brasil precisa ajudar Mato Grosso. E tem ajudado pouco”, afirma o governador.

 

 

Escrito por Fred Raposo da assessoria do deputado Adilton Sachetti

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário