12/04/2011 - 09h:15 Nação Kanela reconhecida há quatro anos em MT ainda não tem terra

A nação indígena Kanela, de Luciara (MT), a cerca de 1.100 km de Cuiabá, foi reconhecida pela Fundação Nacional do Índio (Funai) há quatro anos, mas até hoje não possui território definido. Em reunião na última sexta-feira (08), em São Félix do Araguaia, com o administrador da Funai de Palmas (TO), responsável pela região, lideranças entregaram um documento reivindicando suas terras e denunciando a Funasa por não prestar atendimento de saúde a eles por serem “desaldeados”.
 
“Senhor administrador, venho através deste pedido, para na medida do possível que olhem para nossa causa, nós do grupo de índios Kanelas do Araguaia, estamos diante de Vossa Excelência para que olhem para nossa causa, porque já temos quatro anos que fomos reconhecidos e até agora as nossas reivindicação ainda não foram atendidas”, diz o documento.
 
Os líderes dizem que pelo fato de não terem aldeia própria, a Funasa estaria negando atendimento às famílias, ferindo a Lei 169. “De certa forma o nosso povo esta sendo discriminado e por isso pedimos que o senhor olhe para nossa causa e que ajude ao nosso povo”, continua o documento, onde os líderes informam ao administrador da Funai que uma terra denominada Lagoa dos Veados, localizada a 37 km de Luciara, está sendo doada provisoriamente por uma família indígena até que o Governo Federal doe uma terra para que a nação instale definitivamente a sua aldeia.
 

No mês de junho de 2011 os Kanela construirão uma pequena aldeia nesse local  e que será inaugurada no dia 22 de julho deste ano “Esperamos que esta sua vinda até São Félix do Araguaia, seja de muita prosperidade e que vossa presença deixa uma luz para estes indígenas desta região que está sofrendo com o abandono dos governos”, conclui Antônio Osório Costa Prytap Kanela, cacique do povo Kanela. (com Vanessa Lima e Ida Aguiar/O Repórter do Araguaia)